Campeã: Rafaela Silva garante primeiro ouro do Brasil nas Olimpíadas

A judoca Rafaela Silva teve uma manhã de glória, vencendo cinco adversárias. Emocionada, a brasileira foi ovacionada na Arena Carioca 2

A judoca brasileira Rafaela Silva ganhou o primeiro ouro do Brasil. Com muitos aplausos da torcida, ela venceu com um wazari a mongol Sumiya Dorjsürengiin, que ficou com a prata. A japonesa Kaori Matsumoto conquistou o quinto bronze do país no judô.

O sonho da carioca de 24 anos colocar uma medalha olímpica de ouro no peito foi realizado. A judoca Rafaela Silva teve uma manhã de glória, vencendo cinco adversárias nos Jogos Olímpicos 2016.

“Sofri muito depois da derrota em Londres, pensei em desistir. Nesse ciclo, ninguém treinou mais que eu. Não tive bons resultados nos dois últimos anos, mas me preparei muito. Nesse ciclo entreguei tudo que eu poderia dar. Acho que eu treinei pra isso, pra viver esse momento”, disse a campeã emocionada.

Nascida na favela Cidade de Deus, no Rio de Janeiro, a atleta ocupa o 14º lugar no ranking mundial e tornou-se a primeira brasileira a se sagrar campeã mundial de judô em agosto de 2013. Foi vice-campeã mundial em 2011, depois que foi eliminada precocemente por uma entrada de golpe irregular, em Londres 2012.

A judoca entrou muito nova no esporte, depois que o pai decidiu inscrevê-la em um projeto social que ensinava judô para evitar que a menina algum dia fizesse parte do crime organizado ou do mundo das drogas.

“Acho que eu só tenho a agradecer todo mundo que me deu forças. Treinei bastante para representar todo esse ginásio. Se eu pudesse servir de exemplo para crianças da comunidade, é o que eu tenho para passar para o judô. Treinei tudo que podia nesse ciclo, saía treinando chorando, queria a medalha. Trabalhei o suficiente para conquistar. Para uma criança que cresceu numa comunidade que não tem muito objetivo na vida, como eu, que sou da Cidade de Deus, e começou a fazer judô por brincadeira, agora sou campeã mundial e olímpica”, disse Rafaela para a TV Globo.