Volante do Corinthians é assaltado à mão armada no bairro onde cresceu

Jogador Junior Urso registrou boletim de ocorrência e admite: "Tive medo que disparasse"

Miguel Schincariol/Getty ImagesMiguel Schincariol/Getty Images

atualizado 19/08/2019 20:32

O volante do Corinthians, Junior Urso, passou por uma situação aterrorizante no último domingo (18/08/2019). De folga do clube do Parque São Jorge, o jogador foi vítima de um assalto a mão armada no Bairro Jardim Helena, em Taboão da Serra (SP), local onde o atleta nasceu e foi criado. O camisa 30 do Timão foi abordado enquanto entrava no carro e o assaltante o ameaçou com uma arma na altura da barriga. No final das contas, o prejuízo foi o relógio do jogador, levado pelo bandido. A informação foi publicada pelo portal GloboEsporte.com, que também conversou com o jogador, que registrou boletim de ocorrência.

“Eu sempre vou lá, sem problema nenhum. O condomínio é bem simples, quando ele entrou, já vi que estava errado, que iria fazer algo comigo. Encostou na frente do meu carro e bem baixinho, sacou a arma e disse que queria só o relógio. Pedi calma a ele, fiquei com medo que pudesse disparar, pois estava nervoso, tremendo”, detalhou.

Apesar do susto, o jogador retornou normalmente às atividades do Corinthians e treinou na manhã desta segunda-feira (19/08/2019). O time paulista se prepara para enfrentar o Fluminense, nesta quinta-feira (22/08/2019), em partida válida pela Copa Sul-Americana.

Últimas notícias