*
 

A Fifa promoveu nesta sexta-feira (11/7) entrevista coletiva com os cantores que vão participar da festa de encerramento da Copa do Mundo, meia hora antes da partida entre França e Croácia, domingo (15), em Moscou. Participaram o ator e o cantor norte-americano Will Smith, que ao lado do porto-riquenho Nicky Jam e da kosovar Era Istrefi cantam o tema do Mundial da Rússia, “Live It Up”.

Quando questionada sobre um momento memorável da Copa, a cantora kosovar Era Istrefi quebrou o protocolo e citou dois jogadores punidos pela Fifa por manifestarem posições políticas. “O momento mais incrível foi quando a Suíça jogou e dois jogadores da Albânia marcaram gols. Foi incrível”, afirmou.
Os dois jogadores são os suíços Xhaka e Shaqiri, de origem albanesa, como a cantora. Na comemoração dos gols, eles fizeram o gesto da águia de duas cabeças da bandeira da Albânia e foram multados pela Fifa por “gestos políticos”.

No restante do evento, o cantor e ator Will Smith roubou a cena. Repetiu as nacionalidades dos jornalistas que lotaram a sala de entrevista coletiva do estádio de Lujniki, fez piadas e conduziu a entrevista de maneira leve e descontraída. O ator afirmou que tem simpatia pela Seleção Brasileira e que Neymar é um de seus jogadores preferidos.

Um jornalista brasileiro perguntou se ele, como ator, poderia avaliar as atuações de Neymar na Copa do Mundo. A americano gargalhou e respondeu. “Eu estou neste negócio há muitos anos para falar sobre isso. Como ator, você às vezes precisa passar alegria. Quando você atua num palco global como este, há dias bons e dias ruins”, disse o ator.

Selfies
No final do evento, dezenas de jornalistas se amontoaram perto do palco para tiram selfies com os cantores. “É o evento mais importante do mundo. Tanta gente reunida em torno de um evento é algo que beira a perfeição. A festa de encerramento da Copa do Mundo promete ser um espetáculo colorido, marcado pela apresentação de artistas performáticos que vão marcar a despedida da Rússia do Mundial e também o início da Copa do Catar, em 2002.

O ex-jogador Philipp Lahm, campeão pela seleção alemã no Brasil em 2014, e a modelo russa Natalia Vodianova serão os responsáveis por levar o troféu da Copa do Mundo ao estádio Lujniki, em Moscou, minutos antes do início da decisão. Ela ficará exposta até o final da partida e será entregue ao time campeão. (Com informações da Agência Estado)