Problema cardíaco força aposentadoria de Adilson do Atlético-MG

O jogador foi diagnosticado com uma cardiomiopatia hipertrófica e terá que abandonar os gramados. Relembre casos semelhantes ao do volante

Reprodução TwitterReprodução Twitter

atualizado 12/07/2019 19:12

O volante Adilson anunciou nesta sexta-feira (12/07/2019) que terá de abandonar os gramados. O volante do Atlético-MG foi diagnosticado com uma cardiomiopatia hipertrófica e, aos 32 anos, anunciou a aposentadoria do futebol de forma precoce.

O comunicado foi feito em entrevista coletiva ao lado do diretor de futebol do Atlético-MG, Rui Costa, e dos médicos Rodrigo Lasmar e Haroldo Aleixo. “Fizemos uma avaliação agora, no meio do ano, na intertemporada, que identificou uma cardiomiopatia, uma doença cardíaca que o impede de seguir como atleta profissional de futebol. Isso foi estabelecido agora e, a partir do momento em que se estabeleceu, nossos primeiros cuidados foram discutir com o médico pessoal do atleta e também com um terceiro profissional para ouvir a opinião, discutir sobre o diagnóstico e a conduta que deveria ser tomada. Houve uma unanimidade em relação a essa conduta, que seria definir por abreviar a carreira do Adilson como atleta de futebol”, comentou o cardiologista Haroldo Christo Aleixo.

Bastante sentido com o término precoce da carreira, Adilson agradeceu ao suporte dado pelo clube, amigos, familiares e torcedores. “Eu vim aqui só agradecer por todo o apoio, todo o suporte do departamento médico do Atlético, diretoria e presidente, que não estava no Brasil, mas fez questão de me ligar e me dar todo o apoio. Agradecer à rapaziada que está aqui. É isso que me fortalece. Já que estou nessa condição, é isso que eu gostaria de receber, então eu realmente agradeço a todos vocês por tudo que vocês têm feito, não só por esse momento, por tudo que passamos nos últimos anos. A relação comigo foi sempre de muito respeito e muito apoio, inclusive do clube, no momento da minha chegada, da minha renovação ano passado, quando escolhi permanecer no Atlético, de coração”, afirmou.

Confira na galeria outros jogadores que se aposentaram por causa de problemas cardíacos:

Últimas notícias