Preso por agressão, goleiro Jean acumula confusões no São Paulo

O jogador está detido nos Estados Unidos, acusado de agredir a mulher Milena Bemfica, nesta quarta-feira

atualizado 18/12/2019 12:39

Reprodução/Instagram

Preso nos Estados Unidos acusado de agredir a própria mulher nesta quarta-feira (18/12/2019), o goleiro Jean acumula histórico de confusões desde que chegou ao São Paulo. Contratado pelo Tricolor em dezembro de 2017, o camisa 1 já foi expulso por provocar torcida rival e afastado do clube por abandonar uma reunião entre atletas e comissão técnica.

A própria contratação de Jean ocorreu com turbulência e, por pouco, não se concretizou. Após acertar toda a transferência, Jean foi surpreendido com as saídas do então diretor de futebol do São Paulo, Vinicius Pinotti, e também do presidente do Bahia, Marcelo Sant’Ana. Por conta disso, teve que renegociar valores e tempo de contrato até ser oficializado como reforço do Tricolor.

Após a 11ª rodada do Campeonato Paulista 2019, o goleiro Jean abandonou uma reunião entre jogadores, comissão técnica e diretoria do São Paulo. Ele se irritou com o tom da conversa com o então técnico interino Vagner Mancini e deixou a reunião antes da hora. Por conta disso, foi afastado do elenco.

No Campeonato Brasileiro de 2018, o goleiro Jean foi expulso de campo após o término da partida. Depois da vitória do São Paulo por 1 x 0 sobre o Vitória, ele foi até a arquibancada e provocou a torcida do time da casa, conforme consta na súmula do jogo. Ele ainda chutou uma placa de publicidade. A atitude teria sido em virtude da rivalidade que mantém com o Vitória, já é cria do Bahia.

A prisão nos Estados Unidos pode ter sido, inclusive, a gota d’água para Jean no São Paulo. De acordo com o jornal O Globo, a diretoria do São Paulo já acionou o departamento jurídico para tratar do desligamento do goleiro.

0

Em nota, o São Paulo se manifestou e afirmou estar acompanhando a situação de perto.

“O São Paulo Futebol Clube informa que acompanha o caso envolvendo o atleta Jean Paulo Fernandes Filho e aguarda apuração dos fatos para definir as medidas cabíveis. Em seus quase 90 anos de existência, o São Paulo construiu uma história pautada por princípios sólidos de conduta dentro e fora de campo, e não abre mão deles.”

Vídeos
Mais lidas
Últimas notícias