Categorias: Futebol

Palmeiras marca o segundo e sela rebaixamento do Cruzeiro

As duas partidas que definirão o último rebaixado para a Série B do ano que vem seguem indefinidas. No Engenhão, no Rio de Janeiro, o Botafogo vai batendo o Ceará por 1 x 0. No Mineirão, o Palmeiras vence parcialmente o Cruzeiro por 2 x 0, gol de Zé Rafael. Com esta combinação de resultados, quem está dando adeus à elite do futebol brasileiro é o time mineiro. Caso o descenso se confirme, será o primeiro rebaixamento da história do clube celeste.

No Mineirão, foi o Palmeiras quem criou as melhores chances. O clube paulista chegou com perigo em duas oportunidades. O ataque, porém, falhou em vazar a meta defendida pelo goleiro Weverton.

O gol do time paulista só foi marcado aos 11 minutos do segundo tempo. Após boa trama ofensiva, Zé Rafael apareceu na área para tocar no canto esquerdo de Fábio, que se esticou todo, mas não conseguiu impedir a abertura do placar. Aos 39 minutos, Dudu recebeu cruzamento e cabeceou com força, no ângulo do goleiro Fábio, que nada conseguiu fazer para impedir o segundo gol do Palmeiras.

Confusão no Mineirão
Nas arquibancadas, antes mesmo do fim da partida, as câmeras de televisão flagraram a irritação de alguns torcedores no Mineirão. Enquanto alguns foram vistos quebrando cadeiras, outros pularam divisões dos setores entre as cadeiras da arena mineira. A polícia teve que agir para impedir que o problema se tornasse ainda maior. Explosões também foram ouvidas no interior do Mineirão.

Por conta da briga, a partida foi interrompida pelo árbitro Marcelo de Lima Henrique. Sem condições de prosseguir com a partida em segurança, o árbitro encerrou a partida antes mesmo dos 45 minutos, em um total anticlímax. Acuados, os jogadores do Cruzeiro precisaram deixar o gramado correndo para o túnel que leva aos vestiários. O trio de arbitragem, por sua vez, saiu do gramado protegido pelos escudos dos policiais.

Na partida disputada no Rio de Janeiro, Botafogo e Ceará vão empatando por 1 x 1. Os gols foram marcados por Marcos Vinícius e Thiago Galhardo, de pênalti. O resultado manteve o Vozão na elite do futebol brasileiro em 2020.

 

Lucas Magalhães

Formado em 2013, no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelo Jornal de Brasília, na editoria de Esportes, e pelo GloboEsporte.com. Atuou também como assessor de comunicação no UniCeub/BRB e no Universo/Brasília. As principais coberturas da carreira foram: UFC 148, Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas Rio 2016.

Últimas notícias

LeBron, sobre morte de Kobe: “Me dê forças para seguir”

Amigo próximo do ex-jogador falecido em acidente aéreo, camisa 23 do Lakers prestou homenagem em post no Instagram

12 minutos passados

GDF libera R$ 12 mi de dedução a empresas que invistam em cultura

Desse montante, R$ 4 mi ficam reservados para projetos que têm enfoque na preservação do patrimônio cultural

33 minutos passados

Roda Viva: “Bolsonaro não é risco à democracia”, diz Bruno Covas

Para o prefeito de São Paulo, que não esconde as críticas ao presidente, as "instituições estão muito fortes"

34 minutos passados

Éramos Seis: resumo do capítulo desta terça-feira (28/1)

Sinopse do capítulo da novela das 18h da Rede Globo

36 minutos passados

Salve-se Quem Puder: resumo do capítulo desta terça (28/1)

Sinopse do capítulo da novela das 19h da Rede Globo

36 minutos passados

Sessão da Tarde: saiba qual filme a Rede Globo exibe hoje (28/1)

A Sessão da Tarde vai ao ar às 15h, antes de Vale a Pena Ver de Novo

36 minutos passados