Morumbi e Beira-Rio entram na briga para sediar final da Libertadores

Além destes estádios, a Arena Castelão, a Fonte-Nova, o Mané Garrincha e a Arena Pernambuco aparecem na disputa pela Copa Sul-Americana

atualizado 19/02/2021 16:33

MorumbiAlexandre Schneider/Getty Images

A Conmebol retomou o processo seletivo para os estádios das finais da Libertadores e da Copa Sul-Americana entre os anos de 2021 e 2023. A instituição atualizou a lista das arenas cotadas, com os estádios do São Paulo e do Internacional disputando a decisão da Libertadores, e Arena Castelão, Fonte-Nova, Mané Garrincha e Arena Pernambuco na briga pela Sul-Americana.

No total, são 10 estádios na briga pela final da Libertadores de 2021, 13 para a de 2022 e 14 em 2023. Para a Copa Sul-Americana, também são 10 palcos para 2021, 14 para 2022 e 15 em 2023. Muitas arenas aparecem na disputa pelas duas decisões em uma mesma edição, que é o caso do Beira-Rio.

A final da Libertadores de 2021 já tem data marcada para 20 de novembro e sete estádios da Argentina, dois do Brasil e um do Equador aparecem entre os cotados. O jornal Olé indicou que o favorito da Conmebol é o La Bombonera, do Boca Juniors, em Buenos Aires.

Já a disputa pela título da Sul-Americana está entre seis campos argentinos e três brasileiros: o Mané Garrincha, de Brasília, a Arena Castelão, em Fortaleza, e a Arena Pernambuco.

A Conmebol estará no Brasil entre os dias 22 e 26 deste mês (fevereiro) para avaliar os estádios, depois de passar pela Argentina.

Vídeos
Últimas notícias