Polícia coreana abre investigação contra Cristiano Ronaldo e Juventus

O motivo seria a ausência do craque de um amistoso contra estrelas da liga sul-coreana

Lampson Yip - Clicks Images/Getty ImagesLampson Yip - Clicks Images/Getty Images

atualizado 01/08/2019 13:41

A Polícia de Seul abriu uma investigação internacional contra Cristiano Ronaldo e Juventus. O motivo seria uma possível fraude ocorrida no amistoso entre o clube italiano e as estrelas da K-League, ocorrido na última sexta-feira (26/07/2019).

Segundo o jornal sul-coreano The Chosun Ilbo, uma queixa foi feita pelo advogado Oh Seok-hyun, a pedido de cerca de duas mil pessoas que pagaram ingresso para ver Cristiano Ronaldo em campo. O craque português não participou do jogo.

A direção da K-League emitiu uma nota criticando a atitude da Juventus por não ter se desculpado pela ausência de Cristiano Ronaldo.

“A K League registra claramente nossa profunda indignação e decepção com o comportamento irresponsável da Juventus, e pedimos veementemente à Juventus que ofereça um sincero pedido de desculpas e explique o motivo da não comparência de Ronaldo (…) Ronaldo não jogou nem por um minuto contrariando a garantia contratual de que jogaria por pelo menos 45 minutos. No entanto, a resposta da Juventus não ofereceu nenhum pedido de desculpas nem explicou o que exatamente aconteceu”, diz o comunicado.

Últimas notícias