Fla-Flu: Secretaria de Saúde não descarta público na final do Carioca

"Qualquer decisão que venha a ser tomada pela SMS será baseada em critérios técnicos e científicos, visando a proteção à vida", diz nota

atualizado 13/05/2021 17:58

MaracanãBuda Mendes/Getty Images

Flamengo e Fluminense decidem o título do Campeonato Carioca 2021 em dois jogos marcados para este sábado (15/5) e o próximo dia 22. Nesta quinta-feira (13/5), a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro constou que irá avaliar a possibilidade de ter torcida na segunda partida do clássico.

Esta decisão ocorreu após reunião entre Rodolfo Landim, presidente do Flamengo, e Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro. “O Flamengo se propôs a apresentar um protocolo de segurança para ser avaliado. Qualquer decisão que venha a ser tomada pela SMS será baseada em critérios técnicos e científicos, visando a proteção à vida e o controle da pandemia, e após análise criteriosa do Instituto de Vigilância Sanitária (IVISA) e do Centro de Operações de Emergência”, afirmou a Secretaria em nota.

Segundo o Globoesporte.com, em outro debate virtual sobre o assunto, o Flamengo, representado pelo diretor de relações externa, Cacau Cotta, manteve a posição a favor da abertura do estádio ao público, enquanto o coordenador geral do Fluminense Marcelo Penha, declarou ser contra a presença dos torcedores.

Um membro da Vigilância Sanitária também teve voz no encontro, afirmou que não haverá flamenguistas e tricolores nas arquibancadas nesse sábado, e a definição para o segundo jogo caberá à Prefeitura.

A Secretaria de Saúde, apesar de ter demonstrado certo otimismo quanto à liberação das torcidas, reforçou à reportagem a proibição do público no estádio, com base no decreto “que suspende temporariamente a presença de público em estádios e ginásios esportivos, está em vigor”.

Vídeos
Últimas notícias