*
 

O Brasil está fora da Copa do Mundo da Rússia. A Seleção Brasileira perdeu para a Bélgica por 2 x 1, nesta sexta-feira (6/7), pelas quartas de final, e se despediu da competição. Já os belgas asseguraram vaga na semifinal para enfrentar a França, que eliminou o Uruguai, nesta sexta. Agora, apenas equipes europeias disputam o título. Neste sábado (7), pelas quartas, a Rússia mede forças com a Croácia, enquanto a Suécia duela com a Inglaterra, pela mesma fase.

Em cobrança de escanteio, o volante Fernandinho, substituto do suspenso Casemiro, desviou para o fundo da rede defendida por Alisson e abriu vantagem para os belgas. O drama brasileiro aumentou quando Lukaku puxou contra-ataque e tocou para De Bruyne ampliar o placar. Apesar disso, Renato Augusto, que entrou no segundo tempo, diminuiu a vantagem belga ao marcar de cabeça.

Acompanhe ao vivo Brasil x Bélgica pelas quartas da Copa:

 

A Bélgica tem o melhor ataque da competição. A equipe europeia balançou a rede 14 vezes em cinco partidas neste Mundial. A Seleção Brasileira, por sua vez, tem a segunda defesa menos vazada entre os remanescentes do torneio – três gols em cinco jogos.

A Bélgica ofereceu de uma vez só dificuldades jamais enfrentadas pela seleção na era Tite. Além de criar ao Brasil uma inédita desvantagem de dois gols no primeiro tempo, a equipe europeia conseguiu desfrutar de uma marcação enfraquecida pela ausência de Casemiro, suspenso. De Bruyne e Hazard tinham grande liberdade para armar jogadas, em especial contra-ataques. Nenhum adversário teve tanto espaço assim contra o Brasil nos últimos anos.

A seleção belga ampliou sua invencibilidade para 24 jogos e não perde um jogo desde setembro de 2016, vai encarar a França nas semifinais, na próxima terça-feira (10), às 15h, em São Petersburgo. (Com informações da Agência Estado)

Ficha técnica:

Brasil 1 x 2 Bélgica

Copa do Mundo da Rússia 2018
Quartas de final

Arena Kazan
Kazan, Rússia

Brasil
Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Fernandinho, Paulinho (Renato Augusto) e Philippe Coutinho; Willian (Firmino), Neymar e Gabriel Jesus (Douglas Costa)
Técnico: Tite

Bélgica
Courtois; Alderweireld, Kompany e Vertonghen; Meunier, Witsel, Fellaini e Chadli (Vermaelen); De Bruyne, Hazard e Lukaku (Tielemans)
Técnico: Roberto Martinez

Gols: Fernandinho (contra) e De Bruyne (Bélgica); Renato Augusto (Brasil)
Cartões amarelos: Alderweireld, Meunier (Bélgica); Fernandinho e Fagner (Brasil)

Público: 42.873 torcedores

Árbitro: Milorad Mazic (SER)