Ex fingiu ter câncer para não fazer sexo com ídolo do United

Mais revelações têm sido feitas sobre como Ryan Giggs tratou sua ex-esposa, Kate Greville

O julgamento de Ryan Giggs, ex-jogador do Manchester United, continua no Reino Unido. Ele é acusado de uma série de agressões contra a sua ex-esposa, Kate Greville, que fez mais revelações perturbadoras sobre o comportamento do ex-marido.

No quarto dia de julgamento, ela confessou ao tribunal que fingiu ter câncer para evitar ter relações sexuais com Giggs. “Fiz um teste de esfregaço e tinha células cancerígenas. Eu tenho que ir ao hospital na quinta-feira”, relatou, lembrando da conversa que teve com o ex-marido.

Show Player

Greville também negou ter parado de tomar seus anticoncepcionais para engravidar do ex-jogador, pois a ideia era afastá-lo, principalmente após ter levado uma cabeçada da lenda do United.

“Eu estava tirando o DIU e também queria fazer um teste de DST. Eu queria me livrar dele. Eu sinto muito por dizer essas coisas, mas eu precisava dizer algo para tirá-lo das minhas costas e me deixar em paz. Se eu dissesse ter células cancerígenas, eu não teria que fazer sexo com ele”, revelou Kate.