Ex-executiva do Manchester City é presa por roubar o clube

Fiona Barclay está grávida e foi condenada a 18 meses de prisão após roubar cerca de R$ 690 mil dos Citizens

atualizado 16/11/2022 9:29

Joe Prior/Visionhaus

Ex-executiva do Manchester City, a escocesa Fiona Barclay foi condenada à prisão após roubar aproximadamente 120 mil euros (cerca de R$  690 mil) para pagar seu casamento. Fiona trabalhava como gerente de desenvolvimento de negócios no departamento de hospitalidade do clube e ganhava cerca de 34 mil euros anuais.

O golpe foi descoberto após uma transação suspeita desencadear a investigação, terminando na condenação de Fiona a 18 meses de prisão.

Vale destacar também que, após o crime ser descoberto, a executiva revelou às autoridades que havia usado o dinheiro para pagar o casamento e comprar presentes para ela e o marido.

Na investigação, Fiona, demitida em março de 2021 após o clube abrir um processo disciplinar, afirmou que havia desviado cerca de 17 mil euros da conta do Manchester City, no entanto, devolveu o dinheiro. Porém, o clube inglês seguiu investigando e descobriu que a executiva desviava verba desde 2019.

O advogado de Fiona, Patrick Buckley, entrou com um pedido para que a executiva não fosse para a prisão tendo em vista que a escocesa deixou seu país de origem para se mudar para a Inglaterra a trabalho pelo City.

“Centenas e centenas de quilômetros de casa, isolada e sozinha, ela buscou consolo na terapia de compras. O problema é que essa terapia foi às custas de sua empresa”, disse o advogado.

Mesmo com o argumento, a prisão de Fiona foi confirmada.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias