*
 

Jobson está de volta ao futebol candango. O atacante de 30 anos acertou por três anos com o clube que o revelou para o país, o Brasiliense. O jogador deveria desembarcar no Distrito Federal nessa terça-feira (15/5), mas problemas na liberação de documentos da Justiça de Tocantins adiaram a apresentação. O atleta estava preso no estado e ganhou o direito a progressão de regime em 27 de abril deste ano. Ele responde por estupro de vulnerável.

Segundo a direção do Jacaré, o contrato de Jobson será de três anos. Ele chega para ajudar a equipe na disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. Após deixar o Brasiliense, o atacante teve uma passagem decisiva pelo Botafogo, sendo peça fundamental para livrar o alvinegro do rebaixamento em 2009. No entanto, o atleta acumulou diversos casos de indisciplina e acabou dispensado.

Entre gols e polêmicas, passou pelo Atlético-MG, Bahia, Grêmio Barueri, São Caetano e Al-Ittihad, da Arábia Saudita. Nesse último esquete, foi acusado pelo clube saudida de se recusar a fazer exame antidoping e recebeu um duro revés da Fifa, ficando impedido de jogar futebol profissionalmente de 2015 a 31 de março de 2018.

Pelo Brasiliense, o atleta conquistou o Candangão em 2007 e 2008. Com a camisa do Botafogo, ergueu a Taça Guanabara em 2015.

.

 

 

COMENTE

brasilienseSérie DJobsonretornojacaré
comunicar erro à redação

Leia mais: Futebol