Cruzeiro dá trabalho, mas Flamengo vence e abre vantagem na ponta

Gols foram marcados por Gabigol, Thiago Neves (de pênalti) e Arrascaeta

Apesar da fase ruim, o Cruzeiro, na zona de rebaixamento, não foi a presa fácil que se esperava na tarde deste sábado (21/09/2019), no Mineirão. No entanto, do outro lado, estava um time que vive um momento iluminado, a começar por seu artilheiro, Gabigol, que marcou o primeiro gol da partida e o seu 17º no campeonato. O Cruzeiro empatou, de pênalti com Thiago Neves. Depois, os mineiros brigaram e quase viraram o placar, no entanto, mais uma vez, deu Flamengo.

Arrascaeta marcou o gol da vitória por 2 x 1, o gol que aumenta a vantagem flamenguista na liderança, por 6 pontos (o Palmeiras, vice-líder, joga neste domingo) e que faz o Flamengo chegar a sete vitórias seguidas pela primeira vez na história do campeonato.

Do outro lado, o Cruzeiro continua agonizando, agora, com quatro jogos sem vitória e na zona de rebaixamento, com 16 pontos, na 17ª posição. Na próxima rodada, o Flamengo recebe o Internacional, quarta-feira, no Maracanã, às 21h30. No mesmo dia, às 19h30, o Cruzeiro vai ao Castelão enfrentar o Ceará.

O jogo
Não demorou para o o líder do campeonato e para o artilheiro do Brasileirão aprontarem. Aos 6 minutos, após cruzamento certeiro de Gerson, Gabigol cabeceou sem chances para Fábio e abriu o placar.

Após o começo avassalador do Flamengo, no qual o time carioca chegou a atingir quase 70% da posse de bola, o Cruzeiro conseguiu se organizar na partida e equilibrar as ações.

Tanto que, aos 36 minutos, o Cruzeiro criou a melhor oportunidade do jogo para empatar. Os mineiros pressionaram a saída de bola do Flamengo, Vitinho perdeu no meio-campo e, após troca de passes, Pedro Rocha invadiu a área e disputou bola com Rodrigo Caio, que derrubou o atacante. Pênalti marcado, batida e convertido por Thiago Neves.

2º tempo
A etapa complementar começou de maneira avassaladora, com ambos os times jogando mais aberto, e criando oportunidades perigosas de gol.

Foi o Flamengo que, aos 17 minutos, aproveitou dessas oportunidades. Em jogada pela direita, Willian Arão cruzou rasteiro para a área, Gabigol deixou a bola passar, encontrando Arrascaeta que não perdoou e colocou o Rubro-Negro de volta na liderança do placar.

O Cruzeiro continuou pressionando, mas não conseguiu penetrar as defesas flamenguistas. Mais aberto em jogo para buscar o empate, quase acabou levando o terceiro, em bela jogada de Arrascaeta.