*
 

Em dia de quebra de recorde de público na temporada – 10 912 pagantes -, a Ponte Preta praticamente se garantiu na elite do Campeonato Brasileiro pelo terceiro ano seguido ao derrotar o Santa Cruz por 3 a 0, neste domingo (16/10), no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), pela 31.ª rodada. De quebra, o time campineiro mantém vivo o sonho de disputar a Copa Libertadores em 2017.

Essa foi a segunda vitória seguida do time paulista, que chegou aos 45 pontos e se manteve na 10.ª colocação, continuando na briga por uma vaga no G6. Já o Santa Cruz perdeu pela sexta vez consecutiva e, sem vencer há um mês, amarga a 19.ª e penúltima colocação. Os pernambucanos têm 23 pontos, dois a mais que o lanterna América-MG. Ambos estão praticamente rebaixados.

O primeiro tempo foi bastante sonolento, com a Ponte Preta tendo mais posse de bola, mas encontrando muitas dificuldades para escapar da marcação do Santa Cruz, que jogava no contra-ataque. Mesmo em um dia pouco inspirado, o time campineiro perdeu três chances incríveis. Na principal delas, Clayson cruzou rasteiro e Roger tentou o toque de letra, mas a bola passou raspando a trave.

Diferente do primeiro tempo, a Ponte Preta não desperdiçou as oportunidades que teve na etapa final e fez os gols. Logo aos seis minutos, Rhayner foi desarmado e a bola sobrou nos pés de Roger, que finalizou no cantinho.

O time pernambucano sentiu e viu os campineiros fazerem mais dois gols. Aos 24 minutos, Roger ajeitou de peito e Maycon acertou um lindo chute de primeira. Quatro minutos depois, William Pottker escapou em velocidade no contragolpe, driblou o goleiro Tiago Cardoso e estufou as redes.

A Ponte Preta volta a campo no próximo sábado contra o São Paulo, às 17 horas, no estádio do Morumbi, na capital paulista, enquanto que o Santa Cruz recebe o Botafogo nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no estádio do Arruda, no Recife. Os jogos serão válidos pela 32.ª rodada.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 3 x 0 SANTA CRUZ

PONTE PRETA – Aranha; Nino Paraíba (Jeferson), Antônio Carlos, Douglas Grolli e Reinaldo; João Vitor, Wendel (Thiago Galhardo) e Maycon; Rhayner, Clayson (William Pottker) e Roger. Técnico: Eduardo Baptista.

SANTA CRUZ – Tiago Cardoso; Léo Moura, Luan Peres, Danny Morais e Allan Vieira; Uilliam Correia, Jadson (Marcílio) e João Paulo (Vagner); Arthur (Marion), Keno e Grafite. Técnico: Doriva.

GOLS – Roger, aos 6, Maycon, aos 24, e William Pottker, aos 28 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Allan Vieira e Arthur (Santa Cruz).

ÁRBITRO – Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).

RENDA – R$ 70.040,00.

PÚBLICO – 10.912 pagantes.

LOCAL – Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

 

 

COMENTE

Campeonato BrasileiroPonte PretaSanta Cruz
comunicar erro à redação

Leia mais: Futebol