*
 

O embolado Candangão está perto de definir os oito clubes da segunda fase. O Brasiliense segue na luta pela liderança. Neste domingo (4/3), às 11h, o campeão de 2017 visita o Sobradinho, no Estádio Augustinho Lima. Empatados com 17 pontos, os dois times jogam pela décima e penúltima rodada – o Jacaré ainda tem uma partida atrasada, da sexta rodada, contra o Ceilândia.

Neste sábado (3), o Real derrotou o Paranoá por 2 x 0 e chegou à vice-liderança, deixando para trás o Brasiliense, com 18 pontos. O Gama continua na ponta, com 19. A diferença entre o líder e o oitavo colocado (último da zona de classificação), o Bolamense, é de nove pontos.

Para se ter ideia, o Paracatu, sexto na tabela, está apenas quatro pontos atrás do Gama, a duas rodadas do fim do Candangão 2018. A importância de terminar à frente deve-se à vantagem de os times com melhor campanha na fase de grupos jogarem pelo empate no placar agregado nas quartas e na semifinal.

Desfalque
Passada a “cerimônia” de adeus de Cicinho, o Brasiliense avalia a situação do elenco. Para o confronto com o Sobradinho, o clube não terá Radamés. O volante foi expulso do empate com o Paracatu, na quarta (28) – o segundo vermelho em nove rodadas. A tendência é a entrada de Gabriel.

O meia Souza e o atacante Reinaldo continuam a ser incógnitas. Na sexta (2), o meia chegou ao CT do Brasiliense de chinelo, enquanto o elenco descia para o campo. O atacante, por sua vez, correu em volta do segundo campo. Desde a chegada de Ailton, os dois não foram relacionados.

Por outro lado, o vice-artilheiro do Candangão, Nunes, estará com a camisa 9. Ele costuma ser a esperança de gols, assim como Michel Platini, atacante do Sobradinho. Cada um tem cinco gols.

Samambaia x Santa Maria, Ceilândia x Paracatu e Formosa x Bolamense jogam neste domingo (4). O duelo Luziânia x Gama foi adiado para a quarta (7), devido a uma intoxicação alimentar de 18 atletas do Luziânia.