*
 

Ailton Ferraz perdeu pela primeira vez no comando do Brasiliense. Na tarde desse domingo (11/3), no Estádio Abadião, o atual campeão foi derrotado pelo Ceilândia por 1 x 0 e chegará à 11ª rodada do Candangão na terceira colocação. O Galo Preto é o líder e o Gama ocupa a segunda posição.

A última derrota do Brasiliense havia sido em 15 de fevereiro, quando foi eliminado pelo Atlético-ES da Copa Verde. “Eles vieram por uma bola e a encontraram”, analisou Patrick. Na próxima quarta (14), a equipe de Ailton enfrentará o Formosa, em local ainda indefinido.

Zizu, contratado na última semana, chegou sentando na janela do ônibus. Assisinho e Filipe Cirne começaram no banco. O reforço vindo do Atlético-ES estreou como titular – e bem. Radamés voltou de suspensão, e Aldo, surpreendentemente, foi parar no banco. O alvinegro contou com a volta do capitão Didão

Mesmo em casa, o Ceilândia apostava nos contra-ataques rápidos, enquanto Ailton Ferraz deixou o lateral-direito Patrick mais ofensivo do que nunca. Diversas foram as vezes em que o Jacaré teve oportunidades para ficar à frente do placar. Porém, as chances não foram convertidas.

A falta de valentia do time da casa tornou o confronto modorrento. Os bocejos foram interrompidos por uma jogada polêmica, aos 31 minutos. Emerson Martins lançou Gago por trás da zaga. O meia parecia impedido, mas o árbitro Rodrigo Raposo não se manifestou, e o camisa 10 marcou o dele.

Ailton Ferraz tentou algumas alterações no segundo tempo – uma delas, aliás, contestada: a saída de Souza para a entrada de Bruno Mota. Com a liderança nas mãos, o Ceilândia aproveitou cada falta ou cruzamento para ganhar tempo com seus jogadores estirados no gramado.

O Brasiliense ficou mais vulnerável quando Ailton trocou o lateral-esquerdo Mário Henrique pelo meia Peninha. O lado antes ocupado pelo defensor ficou fragilizado e coberto pelo volante Gabriel, visivelmente cansado.

FICHA DO JOGO

CEILÂNDIA (1)
Wendell; Dudu Lopes, Cocada, Cauê e Kabrine; Didão, Kasado, Emerson Martins e Gustavo Gago (Wallace); Formiga (Adriano) e Ronan (Elivelto)
Técnico: Adelson de Almeida

BRASILIENSE (0)
Edmar Sucuri; Patrick, Preto Costa, Badhuga e Mário Henrique (Peninha); Radamés, Gabriel e Souza (Bruno Mota); Romarinho (Luquinhas), Nunes e Zizu
Técnico: Ailton Ferraz

Gol: Gustavo Gago, aos 31 minutos do primeiro tempo
Cartões amarelos: Emerson Martins, Didão e Wallace (Ceilândia); Nunes (Brasiliense)
Estádio: Abadião
Árbitro: Rodrigo Raposo

 

 

COMENTE

Ceilândiabrasiliensecandangão 2018Campeonato Brasiliense 2018
comunicar erro à redação

Leia mais: Futebol