Brasil perde Neymar no início e só empata amistoso com a Nigéria

O camisa 10 sentiu lesão na coxa aos 11 minutos e deixou o campo. Após sair atrás no placar, Casemiro garantiu o 1 x 1

A Seleção Brasileira enfrentou a Nigéria na manhã deste domingo (13/10/2019) com o objetivo claro de encontrar um padrão tático que melhore o desempenho. Por esse motivo, o técnico Tite decidiu mexer pouco nas peças em campo e promoveu apenas duas mudanças: Renan Lodi e Everton foram titulares. O anseio do treinador do Brasil, porém, caiu por terra logo aos 11 minutos. Neymar teve que ser substituído por Philippe Coutinho após sentir uma lesão na coxa esquerda e frustrou o principal desejo do comandante. E, assim como os jogos passados, a falta de inspiração decretou um frustrante empate por 1 x 1.

Com a saída de Neymar, o Brasil demonstrou muita dificuldade na criação e levou o primeiro gol em Cingapura aos 34 minutos: 1 x 0. Em jogada trabalhada pela seleção nigeriana, Simon achou Aribo dentro da área que, com tranquilidade, mandou a bola para o fundo do gol.

Sem demonstrar força para reagir, a Seleção Brasileira desceu para o intervalo atrás no marcador. No retorno, Tite decidiu tirar Everton Cebolinha e promoveu a entrada de Richarlison. E a resposta veio logo no início do segundo tempo, com gol de Casemiro, aos três minutos: 1 x 1.

Ainda assim, o Brasil não encontrou forças para virar a partida e encerra esta data Fifa com dois empates por 1 x 1 diante de seleções africanas: contra Senegal e Nigéria.

 

1/6
Mesmo criticado e insatisfeito com o desempenho do time, Tite decidiu mexer menos possível na Seleção
Os jogadores da Seleção Brasileira se reuniram no gramado antes de a bola rolar em Cingapura
Everton Cebolinha, do Grêmio, foi uma das novidades do técnico Tite na equipe titular contra a Nigéria
A nova posição de Neymar no meio-campo durou apenas 11 minutos: ele teve que deixar o campo com uma lesão na coxa esquerda
Antes de sair de campo, Neymar ainda tentou algumas jogadas de efeito
Preterido no início do jogo, Philippe Coutinho foi acionado logo após a lesão de Neymar, aos 11 minutos do primeiro tempo

O jogo
A melhor oportunidade de gol por parte da Seleção Brasileira ocorreu aos dois minutos de bola rolando. O atacante Firmino recebeu uma bola na posição de pivô, girou com qualidade e mandou a bola com perigo pela linha de fundo.

A resposta da Nigéria veio logo na sequência. Um minuto depois, o goleiro Ederson precisou fazer grande defesa após chute forte de Osimhen.

Aos 11 minutos, Neymar deixou o campo lesionado e deu lugar à Philippe Coutinho.

As dificuldades permaneceram e quem voltou a chegar com perigo foi a seleção nigeriana. Aos 18, depois de um cruzamento na área, o zagueiro Marquinhos tentou cortar e por pouco não marcou contra.

O Brasil voltou a chegar com perigo somente aos 29 minutos. Phillipe Coutinho fez boa jogada individual e serviu Firmino dentro da área. O acante arrumou o corpo para chutar de esquerda, mas a bola saiu no meio do gol, fácil para o goleiro Uzoho pegar.

A rede balançou primeiro com o gol da Nigéria. Aos 34 minutos, Aribo teve todo espaço do mundo dentro da área para vencer o goleiro Ederson e abrir o placar em Cingapura.

A segunda etapa começou com apenas uma mudança no Brasil. Tite sacou Everton Cebolinha e colocou Richarlison em campo. Logo aos três minutos, em jogada trabalhada em escanteio, Daniel Alves cruzou na cabeça de Marquinhos. A bola foi na trave e, no rebote, Casemiro empatou a partida.

O desempenho do Brasil melhorou bastante na segunda etapa. Aos 14 minutos, por pouco não saiu o gol da virada, em jogada parecida. Após bola levantada na área, novamente Casemiro cabeceou a bola, mas, desta vez, a bola explodiu no travessão nigeriano.

Aos 16, Tite decidiu lançar uma das novidades da convocação em campo. Artilheiro do Campeonato Brasileiro 2019 com 18 gols, Gabriel Barbosa entrou na vaga de Roberto Firmino.

Após a parada técnica, aos 20 minutos, a partida caiu de rendimento. O próximo lance mais inspirado ocorreu apenas aos 27. Gabriel Jesus fez excelente jogada individual pela ponta direita, invadiu a área e tocou para trás. Richarlison se antecipou à zaga e chutou, mas a bola desviou antes de sair pela linha de fundo.

A virada brasileira ficou próxima aos 40 minutos. Novidade na lateral-esquerda, Renan Lodi protagonizou lindo lance e deixou Philippe Coutinho na boa para marcar. Dentro da área, o camisa 11 só chapou a bola, mas a defesa nigeriana tirou quase em cima da linha.