Bale isola pênalti, mas Gales vence a Turquia na Eurocopa

Atacante perdeu penalidade, mas deu os dois passes para os gols dos galeses e foi fundamental na vitória sobre os turcos

atualizado 16/06/2021 15:48

Getty Images

País de Gales levou a melhor sobre a Turquia em um belo jogo de futebol, nesta quarta-feira, no estádio Olímpico de Baku, no Azerbaijão. Com equipes no ataque e chances aos montes, a seleção galesa fez 2 x 0, assumiu a liderança provisória do Grupo A, com quatro pontos, e ficou bem próxima das oitavas de final da Eurocopa.

Ramsey e Roberts garantiram o triunfo em dia de pênalti perdido por Gareth Bale, mas duas assistências do astro e enorme falta de pontaria de ambos os ataques marcaram o jogo. Um pouco de capricho e os torcedores teriam soltado o grito de gol muito mais vezes. Sobrou disposição e faltou primor às seleções, pressionadas após estreia sem vitória.

Agora, País de Gales tentará desbancar a forte Itália, na última rodada, pela liderança da chave. Enquanto que a Turquia necessita de vitória com muitos gols sobre a Suíça para sonhar com um dos quatro terceiros lugares.

Antes de a bola rolar, os jogadores de ambas seleções se ajoelharam em protesto contra o racismo. Diferentemente dos ingleses, que não aceitam a atitude de seus ídolos, os torcedores respeitaram, com total silêncio no momento. A gritaria efusiva da hora do hino veio ainda mais forte após a bola rolar.

Em um grupo com a Itália favorita, o confronto em Baku valia muito para ambos, em busca da primeira vitória. Ganhar significava dar passo grande para buscar uma das vagas. Tropeço estava fora de questão.

Nos pés de Gareth Bale e Çalhanoglu estavam a esperança de galeses e turcos. Em um jogo extremamente aberto e com seleções no ataque, logo de cara Yilmaz desperdiçou a que seria a melhor chance da Turquia no primeiro tempo.

Após o susto, o País de Gales cresceu na etapa. Foram boas chances criadas perdidas. Bale deixou Ramsey na cara do goleiro e ele isolou. A jogada se repetiu, mas desta vez com desfecho feliz. Em sua terceira oportunidade, o camisa 10 dominou no peito e tocou na saída do goleiro para levar importante vantagem ao vestiário.

Ramsey colocou País de Gales em vantagem em um jogo franco e prazeroso. Foram boas oportunidades e o placar podia ser bem maior com o desempenhado pelas duas seleções. A Turquia voltou em cima após o intervalo para evitar a segunda derrota seguida e uma consequente eliminação precoce. Criou chances de empatar e não acertava o alvo.

Após enorme pressão turca, um contragolpe acabou em pênalti duvidoso sobre Bale. O astro pegou a bola para acabar com o jejum de 12 jogos sem anotar na seleção e deixá-la em situação confortável. Mandou por cima, em péssima cobrança e ainda desperdiçou a saída errada do goleiro. Colocou as mãos na cabeça de vergonha, inconformado.

O gol perdido não fez falta graças a defesas importantes de Ward, muitas falhas no jogo aéreo imposto pela Turquia nos minutos finais e por redenção de Bale. Logo após os jogadores perderem a cabeça e quase mancharem o bom jogo com trocas de empurrões para todo lado, no fim ainda deu tempo para uma última arrancada galesa. Desvio para escanteio e após a cobrança, Bale se redimiu da falha do pênalti ao dar o gol para Roberts. 2 x 0 na última jogada e festa de País de Gales.

Vídeos
Últimas notícias