Atacante do Real Madrid viola quarentena e irrita governo

Luka Jovic alegou ter saído para ir a uma farmácia em Belgrado, desrespeitando regras impostas pelo governo devido ao coronavírus

Alejandro/DeFodi Images via Getty Images

atualizado 19/03/2020 17:27

Luka Jovic, atacante do Real Madrid, violou a quarentena de 28 dias imposta pelo governo sérvio devido à pandemia de coronavírus. Por conta disso, as autoridades do país podem prestar queixas contra o atleta de 22 anos.

“Jovic violou o auto-isolamento quando deixou seu apartamento no subúrbio de Vracar, em Belgrado, e sua desculpa foi que ele foi a uma farmácia comprar medicamentos. Se ele violar a quarentena novamente, ele enfrenta medidas mais duras e possivelmente detenção”, escreveu a agência Tanjug, do governo sérvio.

A quarentena de 28 dias faz parte do pacote de medidas impostas para todos os cidadãos do país da região dos Balcãs.

Como vive e trabalha na Espanha, um dos países mais afetados pela epidemia, Jovic incomodou as autoridades por descumprir as regras. O atacante negou a informação de que teria voltado a Madri para visitar a namorada, mesmo com a suspensão do calendário. O Real Madrid não se pronunciou sobre o caso.

Vídeos
Últimas notícias