Antes de estrear na Seleção, Vinícius Júnior festeja “sonho realizado”

Jogador do Real Madrid chegou a ser um dos garotos-propaganda de novo uniforme, mas não figurou na lista da Copa América, por causa de lesão

Divulgação/NikeDivulgação/Nike

atualizado 03/09/2019 18:37

Convocado pelo técnico Tite para defender a Seleção Brasileira nos amistosos contra Colômbia e Peru, respectivamente nesta sexta-feira (06/09/2019) e no dia 10, nos Estados Unidos, Vinícius Júnior festejou nesta terça (03/09/2019) o fato de que finalmente poderá atuar pela equipe principal do país.

O jogador do Real Madrid havia sido chamado anteriormente para os jogos contra Panamá e República Tcheca, disputados no final de março e preparatórios para a Copa América, mas acabou sendo cortado da convocação por causa de uma grave lesão nos ligamentos do tornozelo, sofrida em partida diante do Ajax, pela Liga dos Campeões da Europa.

Nesta terça-feira, porém, o atacante era só sorrisos na entrevista coletiva que concedeu em Miami, onde a equipe se prepara para enfrentar os colombianos, às 21h30 de sexta, no Hard Rock Stadium.

“Eu fico muito feliz de estar aqui realizando esse sonho. É difícil acreditar que com 19 anos eu já estou aqui, ao lado dos melhores jogadores, ao lado do meu ídolo [Neymar], das pessoas que eu sempre acompanhei bastante. E agora, estar aqui de perto, ao lado deles, não tem coisa melhor”, comemorou Vinícius Júnior.

O atleta destacou que esse período atual no Real Madrid, após ter deixado o Flamengo, clube que o formou, como uma grande promessa, o fez amadurecer muito como jogador.

“Quando cheguei no Madrid parecia que tinha acabado de voltar da base para o profissional. O Casemiro e o Marcelo sempre falam que, em dois meses, você evolui o que no Brasil ia demorar mais. E estou jogando com os melhores lá, isso me motiva mais, me obriga a estar mais concentrado para chegar no nível deles. Tenho que evoluir mais e escutar mais o que eles podem me passar”, destacou.

Estreante na Seleção principal, o atacante anteriormente defendeu a equipe nacional em todas as categorias de base, tendo sido campeão sul-americano sub-15 e sub-17, sendo que também disputou amistosos pelo time sub-20 do Brasil.

“É sempre muito importante passar pelas seleções de base. Eu, que pude passar por todas elas, sei o quanto isso fez diferença na minha carreira”, disse o atleta.

O fato de contar com os seus familiares ao seu lado em todos os momentos da carreira, assim como ocorre agora, durante esta passagem da Seleção pelos Estados Unidos, também teve a sua importância exaltada pelo atacante.

“A minha família está sempre ao meu lado, sempre junto comigo aonde eu vou. Sempre tentam fazer de tudo para me convencer que eles estão certos [em acompanhá-lo]. Acho que eu tenho seguido o caminho deles, seguido o caminho certo. E orgulhando cada um deles, para que eu possa sempre jogar meu futebol e estar aqui hoje, na Seleção, depois de dois anos e meio no profissional”, enfatizou.

Classificação

PosTimePÚltimos
jogos
1Flamengo42
W W W W W
2Palmeiras39
D L W W W
3Santos37
L D W D L
4Internacional33
W L W W W
5Corinthians32
W D W D L
6São Paulo32
W L D L D
7Bahia31
D W W W D
8Grêmio28
D W D W W
9Atlético-MG27
L L L L L
10Botafogo27
L D L W D
11Athletico-PR26
L L W D L
12Vasco23
L W L L W
13Ceará22
L L L D D
14Fortaleza22
L D W L D
15Goiás21
D W L L L
16Fluminense18
L L W L W
17Cruzeiro18
W D W L L
18CSA16
W D L W D
19Chapecoense14
W D L L L
20Avaí13
L D W L W
Últimas notícias