Editora Abril é condenada a pagar R$ 471 mil para André Rizek

Decisão judicial ordena que empresa indenize o jornalista esportivo por danos morais e materiais. Abril segue em recuperação judicial

atualizado 25/06/2021 14:53

Reprodução

A justiça condenou a Editora Abril a indenizar o jornalista esportivo André Rizek por danos morais e materiais. A informação é da coluna da jornalista Mônica Bergamo para a Folha de São Paulo. De acordo com a publicação, a justiça condenou a empresa a pagar R$ 471 mil para Rizek.

Do valor, R$ 401 mil são para ressarcir os danos materiais e R$ 70 mil por danos morais. O processo remonta a uma matéria publicada na revista “Placar” que abordava o uso de cocaína no futebol em 2001. A matéria, assinada por Rizek, utilizou um jovem jogador como personagem. Ele contestou a matéria e a forma com que foi exposto e entrou na justiça.

Em sua defesa, o jornalista alegou que a matéria foi editada e trechos que não eram de sua autoria teriam sido inseridos na matéria. O jogador ganhou o processo na justiça e na decisão, ficou acordado de que o atleta deveria receber uma indenização de R$ 1 milhão, pago por André Rizek.

A empresa Abril segue em um processo de recuperação judicial, e em abril, reembolsou R$ 620 mil ao jornalista. Ele destacou que deveria entrar na fila de credores para receber o restante do valor.

Rizek comemorou em sua conta no Twitter a decisão da justiça.

 

André Rizek entrou na justiça para receber os R$ 401 mil restantes. A decisão reconhece que o jornalista foi exposto ao arcar com uma dívida que, na verdade, era da empresa empregadora. Ainda cabe recurso para a decisão

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias