De campeã olímpica a atriz pornô: ginasta conta tudo em livro

História da holandesa Verona van de Leur tem briga com os pais, vida de sem-teto, extorsão e prisão por pornografia infantil

Friedemann Vogel/Bongarts/Getty ImagesFriedemann Vogel/Bongarts/Getty Images

atualizado 04/11/2019 11:46

A ex-ginasta Verona van de Leur acaba de por no mercado a versão em inglês do livro Simply Verona (Simplesmente Verona, em tradução livre), lançado na língua-mãe da ex-atleta (holandês) em 2014.

No livro, Van de Leur relata a sua jornada, como uma das melhores ginastas do mundo — tendo ganho medalhas de ouro, prata e bronze entre Mundiais e Europeus no começo dos anos 2000 –, até aceitar o convite para se tornar atriz pornô.

Nos últimos oito anos, Verona tem trabalho na indústria fazendo filmes e produzindo vídeos próprios em um site que leva seu nome. “Me ofereceram tal quantidade de dinheiro que não pude recusar. Isto podia me dar um futuro com o qual sempre havia sonhado”, diz no livro.

O convite veio após a ex-ginasta ter sido presa por ter tentado extorquir uma mulher casada com imagens dela fazendo sexo em um carro. A polícia ainda encontrou imagens de pornografia infantil no celular de Verona, além de um revólver no carro que ela dormia com o namorado, após ter brigado com os pais e ter ido morar na rua, na condição de sem-teto.

Verona conta que tem o desejo de voltar ao esporte, mas não encontrou apoio na Federação Holandesa de Ginástica. Segundo ela, os dirigentes também não deram ouvidos às denúncias que ela e outras duas ex-atletas fizeram de abusos físicos e mentais.

“Toda vez que leio sobre abusos, penso que eu tenho muita experiência e gostaria de compartilhá-la”, afirmou. “Quero daz voz as crianças, ser sua conselheira e confidente”, deseja.

Últimas notícias