CADE investiga fraude em venda de direitos de transmissões no futebol

Inquérito apura suposta formação de cartel por empresas que venderam direitos de transmissão de futebol

atualizado 07/02/2022 10:18

Seleção BrasileiraAlexandre Schneider/Getty Images

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica irá apurar uma suposta formação de cartel por empresas que venderam direitos de transmissão de futebol entre 2008 e 2017 para empresas como ESPN, Globo e Band. As informações são do portal Notícias da TV.

O site informa que oito empresas ((B4 Capital AS, Dentsu, European Broadcaster Union, Infront Sports, MP & Silva, U! Sports GmbH, Telefónica e IMG) e 37 pessoas, em sua maioria executivos, estão sendo investigados. Eles serão intimados a depor em até 30 dias úteis. A acusação é de que teria havido licitações com direcionamento para um vencedor por interesses escusos e de práticas anticoncorrenciais.

O Notícias da TV ainda descreve que o suposto cartel conseguiu afetar especialmente “o mercado internacional de aquisição de direitos de mídia esportiva e outros direitos associados a eventos esportivos e de fornecimento de serviços relacionados de consultoria ou aconselhamento, com potenciais efeitos no Brasil”. Nenhum grupo de mídia ou evento específico é citado no ofício.

A investigação tem até três meses para ser concluída na superintendência-geral do órgão, que pode pedir mais dois meses para trabalhos complementares.

Até a última atualização deste texto, nenhum dos citados havia se manifestado.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias