Brasília Futsal mantém atividades de olho na Liga Futsal 2020

Equipe será representante da capital na competição, mas pandemia do coronavírus paralisou campeonato por tempo indeterminado

atualizado 06/04/2020 20:53

Foram nove anos sem um representante de Brasília na Liga Futsal. Desde 2014, com o Green Team, a cidade não disputava a elite da modalidade no país. O tão sonhado retorno, porém, terá de esperar um pouco mais. Às vésperas do início da temporada 2020, a competição foi paralisada por causa da pandemia do coronavírus. Isso, entretanto, não parou completamente as atividades do Brasília Futsal, que segue pelo menos com trabalhos físicos.

A estreia do Brasília Futsal na competição, que inicialmente estava marcada para o último dia 27, então, segue em aberto.

As medidas de distanciamento social, no entanto, obrigaram os atletas do Brasília Futsal a tomarem alguns cuidados. Agora, os exercícios comandados pelo preparador físico Márcio Batuta são passados em vídeo. Os jogadores realizam as atividades em casa e mandam os vídeos para o responsável pela preparação física.

Jogador do Brasília Futsal arrisca chute durante treino da equipe
Antes da paralisação, treinos do Brasília Futsal eram realizados no Ginásio do Cruzeiro

“Já tem duas semanas que a gente passa a programação no domingo para a semana subsequente. Ela é uma espécie de dever de casa para os atletas se manterem ativos e a gente minimizar as perdas. Os vídeos demonstrativos são enviados para que os atletas saibam os movimentos”, explica.

A comissão técnica do Brasília Futsal já sabe que, durante o período de paralisação, o trabalho terá de ser focado em minimizar as perdas. Batuta explica que durante a pausa, é impossível replicar a carga de exercícios pretendido para a época competitiva.

“A gente sabe que haverá perdas. Mesmo que a gente tenha esse controle, o treino não vai ser igual em intensidade e volume. O atleta não vai trabalhar com bola, o ritmo vai ser outro. Não adianta querer igualar as coisas porque não tem como”, pondera.

Lesões não preocupam

Com o risco inerente de lesões durante a temporada, a comissão técnica do Brasília Futsal não deve se preocupar neste momento. Com treinos de baixa intensidade e sem o impacto das atividades com bola, a chance de desfalques já no começo da temporada é menor.

“A intensidade e o volume são menores em relação aos treinos diários. Assim, a gente minimiza muito o risco de lesão. Uma pessoa pode estar andando, tropeçar e virar o pé. Claro que é muito difícil e essa chance existe também com eles. Mas é muito difícil”, compara.

Vídeos
Últimas notícias