Lá vem ele de novo: LeBron James chega a sua 9ª Final em 10 anos

Além do Lakers, o camisa 23 já chegou à decisão com as camisas do Miami Heat e do Cleveland Cavaliers, vencendo três títulos

atualizado 27/09/2020 0:35

Douglas P. DeFelice/Getty Images

“Eu sou inevitável”. A frase dita pelo mega vilão Thanos em Vingadores: Ultimato, poderia muito bem ter sido escrita para LeBron James. Isso porque não importa qual camisa ele use, em qual conferência atue ou sua idade, o Rei dará um jeito de chegar às Finais da NBA. Com a vitória sobre o Denver Nuggets por 117 x 107 na noite deste sábado (26/9), o Los Angeles Lakers chegou à sua primeira decisão desde 2010, e a nona em 10 anos do camisa 23.

A sequência de LeBron começou em 2011, seu primeiro ano de Miami Heat. Apesar de o projeto Big 3 com Dwyane Wade e Chris Bosh ter dado, inicialmente, errado com uma surpreendente derrota para o Dallas Mavericks, James voltaria a disputar a Melhor de 7 decisiva da NBA com a equipe de South Beach em outras três ocasiões: ganhou seu primeiro título em cima do Oklahoma City, o seu segundo contra o San Antonio Spurs e, em seu último ano em Miami, levou o troco de Popovich, Duncan e Cia.

Após ter chegado a quatro finais em quatro anos com o Miami Heat, LeBron James voltou para Cleveland, time do seu estado natal, onde iniciou sua carreira. Após uma primeira passagem frustrada, James, mais experiente e com mais influência, montou o elenco à sua maneira, derrubando companheiros e técnicos no processo. Apesar de várias críticas e de uma jornada turbulenta, os resultados são inegáveis: mais quatro finais. E todas contra o mesmo adversário.

0

Pela primeira e única vez na história da NBA, os mesmos dois times — Cleveland Cavaliers e Golden State Warriors disputaram as Finais da NBA durante quatro anos consecutivos. No primeiro, em 2015, vitória da equipe de Oakland; no segundo, um título inesquecível dos Cavaliers, que ajudou a tirar Cleveland de uma fila de 51 anos sem título e com todos os ingredientes possíveis para uma decisão dramática (sete jogos, lances icônicos, virada improvável).

O título de 2016 motivou os Warriors a se juntarem com ninguém menos que Kevin Durant, juntando um dos melhores elencos da liga a um de seus jogadores mais letais. O resultado: mais dois títulos para Golden State.

Em 2018, após ter cumprido a promessa de entregar um título para Cleveland, LeBron decidiu levar seus talentos para Los Angeles, onde poderia crescer seus negócios fora de quadra e fazer parte do mesmo legado de Kareem Abdul-Jabbar, Magic Johnson, Kobe Bryant e Cia. O primeiro ano, no entanto, não saiu como esperado.

James sofreu uma lesão na virilha que o tirou de combate durante muito tempo, e seu elenco de apoio, recheado de jovens, não se provou capaz de se transformar em um time consistente, ficando de fora dos playoffs.

A ausência de LeBron dos playoffs, e das Finais, no entanto, foi rápida. Os Lakers foram às compras, conseguiram uma troca por Anthony Davis e rodearam James de bons veteranos e arremessadores de longa distância, do jeito que ele gosta. Los Angeles fez a melhor campanha do Oeste na temporada regular ( 52- 19), e bateu Portland, Houston e Denver para chegar às Finais — a 10ª da carreira de LeBron, que tentará o tetracampeonato contra Miami Heat ou Boston Celtics.

Longa vida ao Rei.

Confira os jogadores com mais aparições em finais:

  1. Bill Russell – 12
  2. Sam Jones – 11
  3. Kareem Abdul-Jabbar e LeBron James – 10
  4. Magic Johnson, Jerry West e Tom Heinsohn – 9

Vídeos
Últimas notícias