Bottas prevê muita “briga” em Ímola; Hamilton aponta corrida “chata”

Hamilton elogiou o "ótimo trabalho" do companheiro e revelou ter tido problemas ao buscar a aceleração do carro nas saída de curva

atualizado 31/10/2020 15:29

Luca Bruno - Pool/Getty Images

O finlandês Valtteri Bottas admitiu ter corrido riscos para obter a pole position, neste sábado (31/10), para o GP da Emilia-Romagna, no circuito de Ímola, na Itália. O piloto da Mercedes desbancou o inglês Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe, na última volta da sessão classificatória e vai largar em primeiro neste domingo.

“Eu tive de ir fundo e arriscar no final da sessão. Eu sabia que tinha de correr ricos nas últimas voltas”, disse Bottas, referindo-se aos problemas de instabilidade no carro, apresentados principalmente ao acelerar nas retas. “Quando se busca o limite do carro é difícil conseguir realizar uma volta sem erros.”

Hamilton elogiou o “ótimo trabalho” do companheiro e revelou ter tido problemas ao buscar a aceleração do carro nas saída de curva. “Nem sempre é possível fazer um trabalho bom”, disse o britânico, que considera a pista de Ímola “bonita”, mas previu uma corrida “chata”.

“É uma pista bonita, mas tenho certeza que a corrida será um pouco chata. Depois da curva 1, não há espaço para avançar”, disse Hamilton, líder do Mundial com 256 pontos. Bottas, segundo colocado na classificação, com 179, preferiu prever a corrida de forma diferente. “É uma pista das antigas que todos gostamos. Acho que vai ter uma briga boa sempre que chegarmos na curva 1 ”

Os pilotos da Mercedes não descartam a possibilidade da Red Bul surpreender na corrida italiana, principalmente com o holandês Max Verstappen. “Em pistas com longas retas, eles costumam ser muito fortes e aqui não será diferente”, disse Hamilton.

Vídeos
Últimas notícias