Zé Mayer culpa papel em novela por “azar na carreira” e morte de ator

Mayer sugeriu que Tião, de A Lei do Amor, causou derrocada em sua carreira e trouxe azar para o finado ator Domingos Montagner

atualizado 10/01/2022 17:10

Zé Mayer e Domingos MontagnerReprodução

Demitido da Globo em 2019 após uma polêmica sobre assédio, José Mayer culpa seu último personagem nas novelas, o Tião de A Lei do Amor (2016), pelas reviravoltas em sua carreira. Em um post nas redes sociais, o veterano disse que Tião trouxe azar tanto para ele quanto para o finado ator Domingos Montagner, que era cotado para o papel.

“Meu último personagem nas novelas foi Tião Bezerra, um homem cruel, machista e misógino. Não trouxe sorte nem para o ator que se recusou a interpretá-lo nem para mim, que o aceitei. Quem somos nós para saber o que nos reserva o destino, não é?“, escreveu ele numa sequência de fotos em que Montagner aparece.

Montagner foi convidado para interpretar o vilão Tião Bezerra em A Lei do Amor. No entanto, na mesma época, recebeu convite para entrar no elenco de Velho Chico e optou pelo segundo trabalho. Com isso, Mayer foi escalado para interpretar o vilão.

0

Domingos Montagner morreu nos bastidores das gravações de Velho Chico, no dia 15 de setembro de 2016. Ele se afogou enquanto nadava no Rio São Francisco, local onde cenas do folhetim eram rodadas.

Já Mayer foi acusado pela figurinista Suellen Tonani, em abril de 2017, de cometer assédio sexual nos bastidores de A Lei do Amor. Na época, a profissional relatou o episódio publicamente em um longo texto. Após a polêmica estourar, o ator se pronunciou por meio de uma carta aberta. Ele admitiu que errou com a figurinista e pediu desculpas.

“Mesmo não tendo tido a intenção de ofender, agredir ou desrespeitar, admito que minhas brincadeiras de cunho machista ultrapassaram os limites do respeito com que devo tratar minhas colegas. Sou responsável pelo que faço”, disse ele na ocasião.

Depois do escândalo, o ator foi pra “geladeira” e não voltou mais às novelas da Globo. Ele foi dispensado no término de seu contrato, em dezembro de 2019, após uma trajetória de 35 anos no canal. Nos últimos anos, ele tem vivido recluso ao lado da família.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos

Mais lidas
Últimas notícias