Netflix: 2º ano de Irmandade será focado em política e crítica social

Naruna Costa, que interpreta Cristina na trama brasileira, prometeu que a nova temporada da série será melhor que a anterior

Desde que a Netflix começou a investir em produções nacionais, o principal tema de séries e filmes ambientados no Brasil são os (infelizmente) conhecidos problemas sociais. Irmandade, série protagonizada por Seu Jorge, não é diferente: com uma crítica ao sistema prisional brasileiro, a trama ganha sua segunda temporada nesta quarta-feira (11/5).

“Infelizmente, esse tipo de situação é comum nas prisões brasileiras. Fico feliz de uma plataforma gigante seja a parceira para levantar essas questões e provocar discussões sobre o tema”, afirma o diretor Pedro Morelli, em entrevista ao Metrópoles.

Neste novo ano, Cristina (Naruna Costa) será forçada pela polícia a virar informante. Desta forma, ela precisará reequilibrar sua relação com Edson (Seu Jorge), o irmão traficante e líder de facção criminosa de quem se reaproximou. “A pandemia foi responsável por esse intervalo maior entre as temporadas. Esperamos que isso tenha gerado uma curiosidade extra no público, e que todos estejam com ainda mais vontade de reencontrar nossos personagens”, completa o cineasta.

1/5
Naruna Costa interpreta Cristina na série Irmandade, da Netflix
Ela é irmã de Edson na série, interpretado por Seu Jorge
O segundo ano da série vai focar em questões políticas, de acordo com Naruna Costa
A trama estreia no catálogo da Netflix nesta quarta-feira (11/5)
Irmandade é uma das produções nacionais de maior sucesso da plataforma

Ao se infiltrar na Irmandade, facção criminosa liderada por Edson em uma São Paulo dos anos 1990, numa missão arriscada e perigosa, a advogada honesta e dedicada entra em contato com o seu lado mais sombrio. Igualmente, passa a questionar suas próprias noções de Justiça.

“Depois de um plano bem sucedido que colocou a Irmandade em todos os jornais, Cristina experimentará o poder pela primeira vez. Inebriada por isso, ela fará o que for preciso para levar a facção ao próximo nível e espalhar seu mundo pelo país. Mas agora as apostas são maiores. Edson corre risco de vida na prisão e enfrenta extorsão pelo chefe corrupto da Segurança. Cristina precisará bolar um plano muito mais complexo enquanto tenta reconquistar a confiança de Darlene e enganar seu outro irmão, Marcel, que acabou de entrar para a polícia”, diz a sinopse oficial da segunda temporada.

Também ao portal, Naruna deu mais detalhes sobre a segunda temporada da série brasileira e prometeu que o material será importante “para incrementar o debate do Brasil de hoje”.

“Acredito que a segunda temporada aprofunda as questões acerca da política carcerária no Brasil. Verticaliza a fragilidade do sistema, especialmente quando avança o tema da violência para o da corrupção e do abuso de poder”, explica ela.

“A série é extremamente popular. Toca em assuntos que são feridas abertas da nossa história. A população certamente se identifica, se reconhece. Ainda mais agora, quando as fragilidades estão ainda mais expostas”, completou a atriz, que também esteve nas novelas Insensato Coração e Tempos Modernos, ambas da Rede Globo.

Naruna ainda prometeu que Cristina estará muito mais “visceral” na segunda temporada da trama: “Cristina quebra o paradigma e passa a defender outra ‘causa’ na segunda temporada. Cria um ponto de vista, muito particular, a respeito de tudo que vivenciou e passa a defendê-lo com unhas e dentes. Está mais intensa e mais forte.”

Sobre a parceria com Seu Jorge, a atriz disse: “Ele é um grande ator e um grande parceiro. Demos o sangue para construir uma linda história juntos. E tenho certeza que conseguimos. A cumplicidade, já existia logo que a gente se conheceu, foi ainda mais aprofundada. Construímos cenas maravilhosas e isso só foi possível, porque houve muita troca, muita escuta e muita entrega. De ambos. Houve momentos de densidade e tristeza, mas muitos momentos descontraídos, brincando cantando samba.”

Terceira temporada

Quem é fã da trama brasileira sabe que a espera por uma segunda temporada foi longa: o primeiro ano da série estreou na Netflix em 2019, com planos de uma renovação para o ano seguinte — o que, obviamente, não aconteceu.

Naruna, no entanto, prometeu que a segunda temporada será um acalento no coração dos fãs saudosos. “Ouso dizer que está melhor que a primeira”, prometeu.

“[A segunda temporada estará] Mais dinâmica, mais intensa. Está realmente surpreendente. Acredito que, independente dos ‘ganchos’, existe aí um assunto que tem bastante fôlego para novas temporadas”, disse Costa, afirmando ainda que um terceiro ano depende do público: “Eu, se fosse público, iria querer a terceira temporada com certeza! (risos).”

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos