Éramos Seis: após segredo, Clotilde tira filho dos braços de Olga

Depois de contar a Almeida que ele é o pai de Chiquinho, casal decide criar o menino

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Olga (Maria Eduarda de Carvalho) terá de lidar com uma situação terrível. Após passar a criar Chiquinho, filho de Clotilde (Simone Spoladore), como se fosse seu, ela será forçada a abrir mão do menino quando a irmã decidir tirá-lo de seus braços.

Envergonhada por ter sido mãe solteira, Clotilde entregou o filho para ser criado por Olga e Zeca (Eduardo Sterblitch). Tudo muda, porém, quando Almeida (Ricardo Pereira) é abandonado por Natália (Marcela Jacobina), que o traiu. Sozinho, ele vai atrás da irmã de Lola (Gloria Pires), se declara e os dois resolvem viver como um casal. Assim, eles seguem de Itapetininga para São Paulo.

O sofrimento de Olga

Almeida, entretanto, fica intrigado com a melancolia de Clotilde e a questiona. Sentindo-se culpada, a mulher reúne toda a coragem possível e diz que Chiquinho, o bebê criado por sua irmã, na verdade é seu filho com ele. Atônito, o vendedor de tecidos se decepciona com a amada, mas depois compreende a situação, a conforta e afirma que os dois vão buscar o menino.

Quando vê sua irmã e o vendedor de volta a Itapetininga, Olga fica transtornada e já pensa o pior, que acaba se confirmando: os dois retornaram por causa de Chiquinho. Assim, apesar de ter deixado o filho para ser criado pela ruiva, Clotilde diz que irá levá-lo embora, o que cria um tremendo mal-estar entre as irmãs. Zeca se vê obrigado a intervir e conversa com Almeida a respeito do menino. Algum tempo depois, os dois homens acabam se entendendo e o casal leva o bebê para São Paulo, o que deixa Olga arrasada.

As cenas estão previstas para serem exibidas a partir de quinta-feira (05/02/2020).