Emissora nega denúncias de Ruby Rose sobre abusos no set de Batwoman

A Warner Bross. Television afirma que a atriz foi demitida da produção por "mau comportamento" nos bastidores

atualizado 21/10/2021 14:50

Reprodução

Depois das denúncias de abuso e acidentes graves nos bastidores de Batwoman, feitos pela atriz Ruby Rose — que deu vida à heroína de Gotham na primeira temporada—, a Warner Bross. Television decidiu rebater as acusações. Segundo o canal, a artista não deixou a série do universo da DC Comics e produzida pela CW por decisão própria, mas por ter sido demitida após reclamações de “mau comportamento no ambiente de trabalho”.

“Apesar da história revisionista que Ruby Rose está agora compartilhando on-line, apontando para os produtores, o elenco, a equipe, a rede e o estúdio, a verdade é que a Warner Bros. Television decidiu exercer sua opção de não ter Ruby Rose para a temporada dois de Batwoman baseando-se em múltiplas reclamações de mau comportamento no ambiente de trabalho que foram extensivamente revisadas e tratadas em particular em respeito a todos os envolvidos”, diz o comunicado da empresa.

0
Entenda o caso

Em publicação feita na função Story de seu perfil oficial no Instagram, nessa quarta-feira (20/10), Ruby Rose revelou um cenário de abusos e até mortes de dublês durante as gravações de Batwoman. “Sofri cortes tão perto no rosto que poderia ter ficado cega”, conta a atriz, que alegou ainda que o produtor Peter Roth tinha comportamentos inapropriados com outras mulheres no set e que teria contratado um detetive particular para segui-la.

De acordo com Ruby, dois dublês morreram durante as gravações, um membro da produção teve queimaduras de terceiro grau e uma mulher ficou quadriplégica após um acidente no set.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos.

Mais lidas
Últimas notícias