*
 

Definitivamente, as coisas não vão nada bem para Amália (Marina Ruy Barbosa). Como se não bastasse ser pivô da decisão do Conselho da Cália de não emprestar uma grande soma em dinheiro a Montemor para que o reino se recupere financeiramente, a mocinha vê surgir a possibilidade de seu amado Afonso (Rômulo Estrela) se casar com sua arquirrival: Catarina (Bruna Marquezine). Afinal, os reis impuseram essa união como condição para que o empréstimo seja concedido.

Em contraposição à princesa de Artena, que é adorada pelo povo de Montemor, Amália passa a ser constantemente insultada pela população. Isso se traduz em diversos cartazes com as caricaturas da ruiva e de Afonso, que são espalhados por todo o reino. Há até quem defenda o casal, como Matilda (Cristiana Pompeo), que fica indignada com gesto tão ofensivo. Contudo, a maior parte dos habitantes de Montemor se diverte com a situação.

Afonso reage com fúria ao insulto e manda os soldados arrancarem todos os cartazes que o ridicularizam ao lado de sua amada, determinando ainda que os autores sejam encontrados. Por sua vez, Gregório (Danton Mello), o sábio conselheiro real, enxerga nas caricaturas algo extremamente grave e se preocupa com a rejeição que o povo demonstra em relação a Amália, o que pode inviabilizar completamente a permanência dela em Montemor.