*
 

Caetano Veloso afirmou que o maior problema do Brasil é a desigualdade econômica e que a interação de criança com artista nu no Museu de Arte Moderna (MAM) de São Paulo não é pedofilia. O cantor esteve no programa “Altas Horas”, da TV Globo, exibido na noite do último sábado (11/11).

“O maior problema do Brasil é a desigualdade. É disso que eles querem fazer a gente se esquecer, criando essas cortinas de fumaça, mas nós não nos esqueceremos. Havemos de vencer a desigualdade. E é isso que nós temos que ter coragem de mudar, não ficar discutindo se um rapaz nu deitado e uma menina que foi levada pela mãe, pegada pelo tornozelo, é pedofilia, é claro que não é pedofilia”, disse o compositor, depois de uma pergunta de Serginho Groisman sobre a censura e os limites da arte.

Caetano Veloso se apresentou com seus filhos Moreno, Zeca e Tom durante o programa, que contou com a participação da atriz Letícia Colin e o historiador e colunista do Estadão Leandro Karnal. Caetano também falou sobre o ódio na internet e sua relação com as redes sociais. Seu filho Moreno Veloso confessou que o pai não tem celular.

“Há redes sociais em meu nome e posto coisas lá às vezes e me responsabilizo por tudo, até pelos erros de português que tenho que consertar quando me dizem. Mas não fico olhando a internet, vendo rede social. Eu, pessoalmente, com frequência, não”, disse Caetano.

 

 

COMENTE

caetano velosodesigualdade socialAltas HorasCensuraSerginho Groismanmuseu de arte moderna
comunicar erro à redação

Leia mais: Televisão