Categorias: Televisão

Avenida Brasil: resumo desta quarta-feira (22/01/2020)

Episódio de quarta-feira (22/01/2020) de Avenida Brasil.

Nina dopa Max, que revela todo o esquema com Carminha. Nilo engana Carminha e lhe dá informações sobre Betânia. Ivana pede que Tufão obrigue Jorginho a se retratar com Max. Débora apoia Jorginho, mas não aceita namorá-lo de novo. Nina faz Max acreditar que tiveram uma noite de amor.

Carminha ameaça Betânia achando que ela é Rita. Roni busca Suelen na delegacia. Monalisa cuida de Iran e o deixa constrangido no treino. Leandro corta relações com Roni. Carminha conta para Tufão que descobriu o paradeiro de Rita. Carminha vai ao encontro de Max e Nina se esconde às pressas. Nina ouve Carminha dizer que Ágata é filha de Max.

Relembre bons momentos da produção:

 

Cena congelada — Avenida Brasil descobriu uma maneira criativa de manter os espectadores presos a trama da novela a cada final de capítulo. Para encerrar as cenas, os personagens eram congelados no ápice dos acontecimentos. A técnica virou febre na emissora global e foi usada em muitos outros folhetins depoismore
Discussões sociais — A questão dos moradores e trabalhadores de lixões Brasil a fora — foi discutida após ser exibida no horário nobre da maior emissora do paísmore
Mocinha vingativa — Diferente das demais protagonistas que representam o lado "do bem" nas novelas, Nina, interpretada por Débora Falabella, não tinha nada de boba e nem de passiva. Pelo contrário, a personagem não mediu esforços para se vingar de sua algoz: mentiu, trapaceou e torturou Carminha (Adriana Esteves) o quanto pôdemore
Poliamor — No começo um traidor, que mantinha três famílias ao mesmo tempo, Cadinho (Alexandre Borges) fechou a dramaturgia oficializando o poliamor. A relação foi tratada com naturalidade na dramaturgia e dividiu a opinião dos espectadores na épocamore
Romance nos bastidores — Foi em Avenida Brasil que Débora Nascimento e José Loreto se conheceram. Na trama, os atores também viveram o casal formado por Tessália e Darksonmore
Cacau como Zezé, em Avenida Brasilmore
Redenção da vilã — Carminha foi uma das vilãs mais amadas do Brasil, páreo duro para a Nazareth, de Renata Sorrah. A paixão do público pela personagem de Adriana Esteves foi tão grande que João Emanuel Carneiro teve de escrever um final onde a vilã se redimisse e respondesse por seus pecadosmore

 

Da Redação

Últimas notícias

Embaixada orienta que brasileiros evitem visitas a Milão

Na Itália, 7 mortes pelo novo vírus foram confirmadas e há, pelo menos, 200 pessoas infectadas

24 minutos passados

Bolsonaro se cala sobre motim da PM e apoiadores chamam ato

Enquanto o presidente se cala sobre motim no Ceará, seus seguidores se mobilizam para protesto contra o Congresso e STF…

25 minutos passados

Dmitri Yazov, ex-ministro da União Soviética, morre aos 95 anos

Yazov, ministro da Defesa da URSS entre 1987 e 1991, participou na tentativa frustrada de golpe de Estado contra Gorbachov

30 minutos passados

Falhas em diagnósticos reduzem número de mortes por uso de drogas

De acordo com dados do Ministério da Saúde, Ribeirão Preto seria a que tem mais casos, mas casos são geralmente…

35 minutos passados

RXCycle lança sofá feito com peças de coleções antigas da Adidas

O móvel é resultado da segunda collab entre o designer Darren Romanelli e a loja londrina LN-CC

55 minutos passados

Antonia Fontenelle não se hidrata em desfile no RJ: “Água imunda”

A apresentadora recusou água oferecida por um funcionário da CEDAE

58 minutos passados