Após denúncias de assédio, Marcius Melhem pode voltar à tela da Globo

Emissora decidiu reprisar episódios da Escolinha do Professor Raimundo, atração em que o ator interpreta o Seu Boneco

Nesta quarta-feira (30/6), a Globo anunciou o retorno da Escolinha do Professor Raimundo à programação. A emissora exibirá uma seleção de episódios da quarta, quinta e sexta temporadas temporadas que foram ao ar originalmente em 2018, 2019 e 2020.

À época, Marcius Melhem integrava o elenco da atração, onde interpretava o Seu Boneco. Além disso, o ator era o responsável pelo núcleo de humor da emissora até março do ano passado.

Contudo, Melhem foi afastado das gravações do programa em agosto de 2020 após comunicar sua saída da Globo, depois de ter sido alvo de diversas denúncias de assédio moral e sexual.

De acordo com o comunicado da emissora, em O Melhor da Escolinha, os episódios irão ao ar a partir do dia 10 de julho, depois do Jornal Hoje, em todas as praças da emissora que não utilizam a faixa para programação local, entre elas São Paulo e Rio de Janeiro.

O Metrópoles questionou a Globo se Melhem está presente entre os episódios que serão reprisados, mas até a publicação desta matéria não obteve retorno. O espaço segue aberto.

O elenco da série conta ainda com Bruno Mazzeo no papel do professor Raimundo Nonato e diversos personagens icônicos criados por Chico Anysio, como Aldemar Vigário (Lúcio Mauro Filho), Baltazar da Rocha (Otávio Müller), Batista (Rodrigo Sant’Anna), Cacilda (Fabiana Karla), Cândida (Maria Clara Gueiros), Catifunda (Dani Calabresa), Dona Bela (Betty Gofman), Rolando Lero (Marcelo Adnet), Seu Peru (Marcos Caruso) e Zé Bonitinho (Mateus Solano), entre outros.

Denúncias de assédio

Em março de 2020, Marcius solicitou ainda licença das funções de roteirista e ator por um período de quatro meses. O anúncio vem após a denúncia de assédio moral de Daniela Calabresa e outras atrizes. O ator é um dos nomes apontados como responsável pela renovação do humor na Rede Globo. Sob seu comando, a emissora criou títulos como Tá no Ar: A TV na TV, Isso a Globo Não Mostra e Fora de Hora.

Em matéria publicada em dezembro do ano passado, a revista piauí relatou situações de assédio moral e sexual cometidos por Marcius Melhem contra Dani Calabresa e outras atrizes do Departamento de Humor da TV Globo. A publicação ressalta que as denúncias foram divulgadas originalmente por este colunista, o que fez com que o caso ganhasse evidência e fosse investigado pela emissora. O site da publicação chegou a sair do ar devido a quantidade de acessos.

Calabresa não se manifestou publicamente sobre o caso em nenhum momento, mas sua história está contada em detalhes na matéria da piauí. A atriz sofreu diversos assédios e boicotes por parte de Melhem, que era seu chefe na época como coordenador do Departamento de Humor. A revista ouviu 43 pessoas, entre vítimas e testemunhas, para a reportagem e descreveu casos que aconteceram entre os anos de 2015 e 2019.

1/7
Ele perdeu ação contra a revista Piauí
Foi na publicação que as acusações começaram a pipocar
Marcius Melhem trabalhou na Globo por 17 anos
Marcius Melhem foi acusado de assédio por várias funcionárias da emissora
Matéria recente da revista piauí trouxe detalhes vívidos sobre os assédios atribuídos a ele
Marcius Melhem saiu da Globo após denúncias de assédio sexual
Ele estreou na Globo em 2003 como redator

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos