*
 

O grupo DeAraque – Iniciativas Teatrais apresenta o musical Maré Cheia a partir desde sábado (14/4) no Complexo Cultural da Funarte (Eixo Monumental). Nas próximas semanas, o espetáculo segue em temporada por Taguatinga, Ceilândia e Gama. A peça mescla música ao vivo, canto, dança e poesia, abordando a relação de uma mulher com o mar.

A história se passa no litoral brasileiro, sem uma cidade específica. A história começa após o desaparecimento do pescador Tião (Áquila Silver) em meio a uma tempestade. A protagonista Maria (Simone Mariano), que mora na mesma vila de pescadores do homem, possuí uma forte conexão com o mar.

Lucas Casado/Divulgação

A peça conta com uma personagem de gênero fluido: Capitu, a dona do armazém

 

Segundo a diretora, Gabriela Abreu, a peça tem “personagens como uma pessoa de gênero fluido e a religiosa fervorosa. Não caracterizamos uma região em específico, mas os habitantes podem ser cariocas, pernambucanos…”.

A diretora admite também que não se pautou em uma história onde a mulher tem como base uma relação amorosa.

Maré Cheia
As apresentações do musical Maré Cheia começam neste sábado (14/4), às 20h; e domingo (15), às 19h, na Sala Plínio Marcos do Complexo Cultural Funarte (Eixo Monumental). Ingressos a partir de R$ 10 (meia-entrada).

O resto das apresentações têm entrada franca, como a do dia 29/4, às 15h e às 19h, no Espaço Semente (6 SCE Centro Hoteleiro 1 – Gama). Em 5 de maio, às 20h, e 6 de maio, às 19h, a peça vai ao Sesc Taguatinga (CNB 12 – Área Especial 2/3 – Taguatinga Norte). 

Em 19 de maio, Às 20h, e 20 de maio, às 19h, o musical vai ao Sesc Ceilândia (QNN 27 – Área Especial S/N – Ceilândia Norte). Não recomendado para menores de 12 anos. Mais informações: (61) 2099-3080