*
 

O grupo mais expressivo do Brasil quando o assunto é teatro de bonecos, o Giramundo está completando 46 anos encantando adultos e crianças. Referência nacional, a companhia mineira está em Brasília para uma temporada que vai de quarta (21/9) até o dia 27 de novembro, na Caixa Cultural. Além de dois espetáculos diferentes, o grupo vem à capital com exposição, palestras e oficinas de manipulação.

Fundado em 1970 pelos artistas plásticos Álvaro Apocalypse, Tereza Veloso e Madu, o Giramundo realizou trabalhos marcantes como a série “Mitologia”, da Rede Globo. Também forneceu bonecos para a minissérie “Hoje é Dia de Maria”, e para o filme “Castelo Ra-Tim-Bum”.

A atual diretora do grupo, Beatriz Apocalypse, é filha de Álvaro e tem a mesma idade da companhia. Ela conta que sua vida toda foi dentro do teatro. “Eu não saberia dizer o que seria da minha vida sem o Giramundo. Meus filhos também cresceram na companhia, dois deles trabalham comigo e o caçulinha de dois anos de idade também vive esta realidade, é uma herança”, diz Beatriz.


Durante toda a temporada ficará em cartaz uma exposição onde o público vai poder fazer uma viagem no tempo e conhecer toda a trajetória do grupo. “São 150 bonecos no total. As pessoas vão conhecer os bonecos dissecados, verão a anatomia, tipos diferentes de material, roupas, rostos, corpos. Também terá bonecos usados em stop motions, livros e vídeos”, explica Beatriz.

Durante as quase cinco décadas de existência, o Giramundo acumulou um arsenal com cerca de 1500 bonecos e 34 espetáculos apresentados. Com entrada franca, a mostra traz o passo a passo da construção das peças. A visitação pode ser feita de terça a domingo, das 9h às 21h.

Na abertura da temporada, os diretores da companhia, Beatriz Apocalypse e Ulisses Tavares, convidam artistas, estudantes e público em geral para a palestra “Caleidoscópio Giramundo”. Com a apresentação de cenas clássicas ao vivo, eles vão contar a história do grupo.

Nos dias 4, 5 e 6 de outubro, a companhia apresenta a peça “Pedro e o Lobo”, uma versão para bonecos da peça musical do russo Sergei Prokofiev, de 1933. No espetáculo, os marionetes a fio interagem com as crianças e o cenário é feito em um desenho dentro de um quadro negro. “Pedro e o Lobo” é a montagem de maior bilheteria do grupo, encenada desde 1993.

Foto Marcello Nicolato

Logo depois, entre 7 e 9 de outubro, o Teatro da Caixa recebe “Alice no País das Maravilhas” (foto acima). O espetáculo estreou em 2013 mesclando vídeo-animações e teatro de bonecos. Essa convergência transforma a montagem em uma experiência sensorial onde os elementos cênicos prometem uma imersão no texto original de Lewis Carroll.

“A gente já usou vídeos em 2005, com “Pinocchio”, mas “Alice” é uma reunião de tudo o que nós já aprendemos a fazer e todas as técnicas acumuladas até hoje”, fala a diretora. A música gravada para o espetáculo tem assinatura de Fernanda Takai, ao lado de John Ulhoa e Lulu Camargo, membros do Pato Fu. “Alice” conta, ainda, com vozes de Takai, Beto Militani e Arnaldo Baptista.

No dia 24 de novembro, Beatriz Apocalypse ministra a oficina gratuita “Treinamento de Manipulação para Marionetistas”. Na ocasião, a diretora da companhia repassa os princípios da manipulação profissional de bonecos, especialmente das técnicas de vara, fio e balcão. Cenas e bonecos originais serão utilizados na oficina, que busca proporcionar uma vivência da arte do teatro de bonecos.”Eu espero muito que as pessoas possam levar o Giramundo pra frente, que elas cuidem, pois os bonecos são eternos, o teatro de bonecos é eterno”, conclui a Beatriz.

Com carga-horária de seis horas, o workshop utiliza os bonecos e cenas originais do Giramundo. A oficina tem 18 vagas a serem preenchidas por pessoas acima dos 16 anos. As inscrições podem ser feitas no site da companhia.

Exposição Mundo Giramundo
Visitação de 21/9 a 27/11, de terça a domingo, das 9h às 21h. Na galeria principal da Caixa Cultural Brasília. Entrada franca.

Palestra – Caleidoscópio Giramundo
Quarta (21/9), às 19h, no Teatro da Caixa Cultural (SBS Quadra 4 Lotes 3 e 4 – Edifício anexo à matriz da Caixa). Entrada limitada à capacidade do Teatro (406 lugares). Entrada franca.

Espetáculo “Pedro e o Lobo”
Dias 4, 5 e 6/10, às 19h, no Teatro da Caixa Cultural. Ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Espetáculo “Alice no País das Maravilhas”
Dias 
7/10, às 19h; 8 e 9/10 às 16h, no Teatro da Caixa Cultural. Ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Oficina Treinamento de manipulação para marionetistas
Dia 24/11, das 9h às 12h e das 14h às 18h, no Teatro da Caixa Cultural. Carga horária de 6h. Vagas limitadas a 18 pessoas. Não indicado para menores de 16 anos. Entrada franca.

 

 

COMENTE

Caixa Culturalteatro de bonecosGiramundo
comunicar erro à redação

Leia mais: Teatro