“Fidelio”, única ópera de Beethoven, é apresentada em Brasília

O espetáculo fica em cartaz até o próximo domingo (30/7) na Escola de Música de Brasília

“Fidélio”, única ópera do mestre Beethoven, fica em cartaz até domingo (30/7). Sob regência do maestro Artur Soares, a Orquestra e Coro da Capital Philharmonia recebe diversos nomes do canto lírico nacional: Lício Bruno (RJ), Carlos Eduardo Marcos (SP), Alan Farias (SP) e Marília Oliveira (SC), entre outros. As solistas brasilienses Janette Dornellas e Érika Kallina se revezam no papel principal.

1/3
Divulgação
Hugo Lemos, Erika Kallina, Hyandra Ello, Janette Dornellas e o maestro Artur Soares

O enredo conta a história de Leonore que, em um ato de coragem e amor, se disfarça de Fidelio para entrar em uma prisão da cidade de Sevilha e tentar libertar o seu esposo, Florestan, nobre espanhol e herói que luta pela liberdade.

A ópera estreou 1805, mas não obteve o sucesso esperado — principalmente pelo momento histórico conturbado da época, com o exército napoleônico invadindo a cidade de Viena.

Com direção de cena e arte de Hyandra Ello, que também assina a cenografia ao lado de
Hugo Lemos, a ópera será apresentada em sua língua original, o alemão, com projeção simultânea de legendas em português. “Fidelio” terá inserções de vídeo que propiciam ilusão de ótica ao público.

Fidelio – Ópera de Beethoven
Dias 27, 29 e 30/7, às 19h, no Teatro da Escola de Música de Brasília (Quadra 602 Sul, Módulo D) Ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)