*
 

Samba, coco de roda, cultura indígena e negra. Prestes a contemplar dois anos em outubro, o projeto Terreirada, encabeçado pelo grupo de samba Filhos de Dona Maria, leva as raízes brasileiras uma vez por mês ao Círculo Operário do Cruzeiro. Nas apresentações, a banda convida outra atração para participar da festa, oferecendo ao público dois shows sempre voltados para a cultura tradicional.

Já passaram pela Terreirada nomes como Cris Pereira, Teresa Lopes, Adora Roda, Chinelo de Couro, Glória Bonfim (RJ). Também tiveram participações o grupo indígena Povo Fulni-ô (PE). Neste domingo (11/9), o grupo divide o palco com Nanãn Matos. Para a produtora Tâmara Jacinto, o Terreirada transforma o ambiente em uma reunião de amigos. “Somos realmente uma família, os artistas convidados são parceiros e se transforma em um grande encontro”, comemora.

Nascida em Brasília, a cantora e percussionista Nãnan Matos traz a cultura afro-brasileira inspirada no Oeste Africano. Suas influências vêm dos cantadores e mestres da capoeira, do samba de roda, do coco, do maracatu, do afoxé pernambucano, além do trabalho de percussionistas internacionais da música africana.

O evento também incentiva os empreendimentos locais como a loja Barravento Ateliê, que estará no local com uma banca de bijuterias e acessórios afro. Para comer, a Casa de Mainha serve comidas baianas e típicas dos terreiros, como o acarajé.

Dos tambores e temperos do terreiro de matriz africana vem a inspiração dos Filhos de Dona Maria. O samba feito por eles traz elementos do samba de roda, chula, afoxé e jongo. Por meio da música o grupo reafirma a identidade negra e suas tradições, fortalecendo a cultura afro-brasileira. O repertório é composto de sambas que cultuam os Orixás e a ancestralidade negra presente no Brasil (ouça o áudio acima).

Terreirada com Filhos de Dona Maria e Nãnan Matos
Neste domingo (11/9), a partir das 16h,  Circulo Operário do Cruzeiro (SRE/S Área Especial 9, Cruzeiro Velho, ao lado da Administração do Cruzeiro. Ingressos a R$ 15 até 18h; e R$ 20, após as 18h.

 

 

COMENTE

Filhos de Dona Marianãnan matosterreirada
comunicar erro à redação

Leia mais: Música