Para não ficar de fora da “moda”, Globo traz nomes populares em suas lives

O Rei Roberto Carlos foi escalado para participar da terceira transmissão da emissora: nomes do sertanejo ainda não foram convidados

As lives viraram a grande aposta do mercado de entretenimento no período de isolamento social, uma das medidas de contenção do novo coronavírus (Covid-19). Se por um lado funcionam como distração, em outra medida, as transmissões faturam alto com contratos publicitários. Não à toa, a Globo, maior emissora de TV aberta do país, entrou no jogo

Levantamentos indicam que inserções publicitárias em uma live chegam a custar até R$ 500 mil. O valor na TV aberta é ainda maior. Por isso, a Globo decidiu entrar com um time estrelado na competição.

No YouTube, até o momento, o grande destaque foram os sertanejos. No projeto de lives global, os cantores do gênero mais popular do Brasil ainda não deram as caras, no entanto, a emissora trouxe nomes consagrados. As duas primeiras edições contaram com Ivete Sangalo e Alok. O terceiro capítulo do projeto Em Casa terá Roberto Carlos.

1/7
Ivete Sangalo
Ivete Sangalo foi a primeira artista a se apresentar no projeto da Globo: cantora foi para o trend topics
Ivete cantou seus principais sucessos
Alok
Este será o segundo filho dos dois
DJ brasiliense foi o segundo a se apresentar no Em Casa, da Globo
Roberto Carlos ainda pode se apresentar no show da Globo no final do ano

Na briga pela fatia publicitária das lives – e órfã de uma atração com peso de audiência durante a quarentena – a Globo aposta em bolas de segurança, com nomes bastante conhecidos do público. A emissora também usa da estratégia multiplataforma, com transmissão na TV, no YouTube e no streaming.

Ivete Sangalo que deu início ao projeto Em Casa repercutiu bem, conquistando boa audiência na televisão e impacto nas plataformas digitais. Tanto a musa do axé quanto Alok tiveram os nomes entre os assuntos mais comentados das redes sociais.

Evento família

A aposta em Roberto Carlos, que fará uma live-show na Globo pela segunda vez – na primeira cantou duas músicas em uma inserção no Domingão do Faustão –, segue a tendência. O Rei foi o escolhido para cantar no Dia das Mães, neste domingo (10/05), para uma audiência “familiar” da Globo.

A característica “família”, inclusive, tem sido levada em conta pela emissora: tanto Alok quanto Ivete fizeram show cercados por seus filhos. Além disso, tem boa aceitação entre o público médio da emissora.

“Eu queria levar um pouco de alegria para as pessoas curtindo em casa. Provavelmente alguns pais ainda não conheciam o meu trabalho, mas seus seus filhos, sim. Espero ter gerado esse momento de conexão entre as famílias. Além disso, também gostaria de passar uma mensagem de conscientização, desse momento que estamos passando, uma mensagem de esperança, de que tudo vai dar certo”, comentou Alok. O DJ impressionou vizinhos e o público com as luzes montadas em sua varanda.

A pegada por um som mais familiar pode ser a explicação dos sertanejos ainda não terem sido convidados pela emissora – nomes como Gusttavo Lima e Bruno e Marrone, por exemplo, protagonizaram verdadeiras bebedeiras em suas transmissões.

Segundo relatos dos bastidores, a Globo teria tentado uma aproximação com Gusttavo Lima, para contar com o Embaixador no projeto. No entanto, os problemas do cantor com o Conar teriam esfriado as negociações.

Calendário apertado

No dia escolhido para a terceira live de seu projeto, a Globo encontrará forte concorrência: a data será recheada de nomes fortes, principalmente do sertanejo.

O Dia das Mães tem lives previstas de Michel Teló; Edson & Hudson; Daniel; Zezé Di Camargo & Luciano; Zé Felipe e Leonardo; João Neto e Frederico; e Anitta.

Anitta fará live no próximo domingo (10/05)

Para concorrer, além de apostar no mais conhecido cantor do Brasil, a Globo também mudará o formato. Ao contário das versões antigas, onde os cantores fizeram rápidas inserções na TV aberta, o Rei cantará na emissora por 45 minutos.

O setlist contará com os principais hits de Roberto, privilegiando as canções da fase romântica.