Morre Ricardo Hetz, produtor e conselheiro de Cultura do Guará

Nome conhecido na cena cultural do Guará, Ricardo morreu aos 48 anos, com uma parada cardiorrespiratória

atualizado 22/04/2021 20:47

Ricardo RetzReprodução/Jornal do Guará

O produtor cultural, conselheiro de Cultura do Guará e um dos maiores colecionadores de discos do país Ricardo Retz faleceu nesta quinta-feira (22/4), aos 48 anos, devido a uma parada cardiorrespiratória, gerada por uma infecção intestinal e urinária. Ele estava internado desde o dia 17 de março, no Hospital do Guará, em coma induzido.

Segundo relato de amigos, o produtor foi internado no Hospital de Base, com o intestino paralisado, submetido à uma lavagem intestinal e chegou a receber alta. Em casa, voltou a se sentir mal, com fortes dores renais e intestinais e foi socorrido por uma ambulância do Samu.  Ele entrou em coma antes de dar entrada no Hospital do Guará.  No dia seguinte, recobrou os sentidos, mas precisou ser submetido ao coma induzido.

Nesse intervalo, Retz, que era cadeirante, chegou a ser diagnosticado com Covid-19. A família, no entanto, garante que essa não foi a causa da morte.

0
Trajetória

O produtor começou sua trajetória na banca Cachorro das Cachorras, mas logo voltou sua carreira à produção de eventos alternativos.

Como colecionador, passou a juntar lembranças de cada show que ia ou organizava e chegou a ter uma das maiores coleções de discos do país, com 7 mil vinis, 2 mil fitas cassetes, 1,5 mil compactos, 500 VHS, figurinhas e recortes de publicações relacionadas à música. Até Ed Motta, que também é colecionador, veio à capital conhecer seu acervo.

O enterro do produtor está marcado para esta sexta-feira (23/4), no Campo da Esperança.

Últimas notícias