Grupo faz show com hits dos anos 1980 e 1990 no Miríade Speakeasy

O repertório eclético do DS Cantores Performáticos conta com sucessos que vão de Michael Jackson até a dupla Sandy & Junior

Hugo Barreto/MetrópolesHugo Barreto/Metrópoles

atualizado 11/07/2019 12:43

Dança, teatro, vocais de respeito, bons drinques e badalação. Não é de hoje que os espetáculos musicais deixaram de residir apenas nos tablados e passaram a ocupar os bares e as casas noturnas das grandes capitais. Em Brasília, o formato tem ganhado cada vez mais força, em especial pela atuação do DS Cantores Performáticos. Os artistas fazem show no bar secreto Miríade Speakeasy (711 Norte), nesta sexta-feira (12/07/2019), a partir das 22h.

Na apresentação, o grupo focará o repertório nos anos 1980 e 1990. Durante a noite, o bar vai oferecer um drinque especial que não está no cardápio: o Moscow Mule (R$ 25). A receita leva vodca, suco de limão, angostura e espuma de gengibre.

O grupo

Formado por atores e atrizes da Escola de Teatro Musical de Brasília (ETMB), o grupo, criado há 13 anos, aposta em repertório eclético, composto por hits das décadas de 1980 e 1990. No setlist, nomes importantes da cena pop mundial: de Michael Jackson, Backstreet Boys e Rick Martin até a dupla teen brasileira Sandy & Junior.

Hugo Barreto/Metrópoles
Espetáculo interativo anima a plateia do Miríade Speakeasy

Ao som de sucessos do pop mundial, como Can’t Stop the Feeling, de Justin Timberlake, e Thriller, de Michael Jackson, os intérpretes surpreendem a plateia brasiliense, ainda pouco acostumada a esse tipo de intervenção. “Muitas pessoas não estão esperando a nossa entrada e piram, ficam encantadas e sempre atentas às coreografias. Cantam junto todas as músicas com a gente, dançam junto. A recepção é a melhor possível”, afirma a diretora Thais Uessugui.

Líder do grupo, Uessugui ressalta a importância de locais como o Miríade Speakeasy na manutenção dos movimentos culturais locais. “Ter um espaço aberto para todos os tipos de expressões artísticas não só é um ato de resistência, é também um sopro de esperança de que as pessoas ainda possam conhecer e se divertir com vários estilos de música de qualidade”, diz a professora dos integrantes do DS Cantores. Eles também se apresentam em festas privadas, como casamentos, feiras, aniversários e eventos corporativos.

Maratona

Uma das atrizes-cantoras mais antigas do coletivo musical, Deborah Lourenço, 34 anos, cresceu influenciada pelos pais, regentes formados pela Faculdade Teológica de Brasília. “Eu nasci dentro de um coral”, brinca. Apesar disso, a ruiva foi a única da família a dar continuidade à carreira artística. Para ela, a troca direta com o público é a melhor parte do trabalho. “A gente interage o tempo todo, brinca com as pessoas… Isso tudo te força a criar uma bagagem artística muito grande, pois temos que estar seguros da música e da coreografia”, pondera.

Para o pernambucano Diogo Lins, de 30 anos, que já participou de turnês nacionais com musicais, como o Across the Universe, as apresentações com o DS Cantores são maratonas. “As pessoas circulam livremente entre nós, interagem, conversam, atrapalham, pedem informações enquanto a gente está cantando. Temos sempre que estar de olho no público, no elenco, se está acontecendo algum problema. É uma loucura!”, completa.

Voz conhecida

Quem assistiu à primeira edição do reality musical The Voice Kids, em 2016, com certeza se lembra da voz infantil que foi um dos destaques da temporada, Nicole Luz. Depois da competição global, a cantora deu continuidade à carreira musical. A jovem participou de outra disputa musical, desta vez nos Estados Unidos, o I Pop. “Lá eu competi com 80 países e fiquei em segundo lugar”, recorda-se.

O resultado foi o incentivo necessário para a brasiliense, moradora de Sobradinho, não desistir de seus sonhos. Assim como os colegas do DS Cantores, Nicole entrou para a Escola de Teatro Musical de Brasília (ETMB) e, desde então, integrou o elenco de sete espetáculos montados pelo instituto de ensino. Aos 17 anos, ela é a caçula da turma e afirma já ter aprendido muito com os novos companheiros.

“É diferente de uma carreira solo. Eles me ajudam muito nesse processo de completude como artista, sobre como me portar diante do público, a ter mais desenvoltura. E esses repertórios me dão a oportunidade de viver épocas em que eu nem era nascida. É um aprendizado constante”, conclui.

Hugo Barreto/Metrópoles
Depois de ficar conhecida no palco do The Voice Kids 2016, Nicole Luz afirma que o grupo DS Cantores Performáticos tem sido muito importante na sua formação

Show DS Cantores Performáticos no Miríade Speakeasy
Nesta sexta-feira (12/07/2019), a partir das 20h, no Miríade Speakeasy (na 711 Norte, Bloco C, Loja 37). Couvert artístico: R$ 20 (até as 22h) e R$ 25 (após as 22h). Para entrar no estabelecimento, é necessário conferir a senha no Instagram do bar. Evento não recomendado para menores de 18 anos

Últimas notícias