*
 

O brasiliense Anndrey Mansur, 20 anos, curte música eletrônica desde a infância. Essa paixão moveu uma viagem a Ibiza, em 2012. Ao visitar a “mecas das baladas”, o jovem decidiu se profissionalizar. A carreira agora ganha novo capítulo: o artista foi um dos escalados para comandar as pickups do Nosso Camarote – um dos mais movimentados da Sapucaí, no Rio de Janeiro.

Antes de virar DJ profissional, o jovem estudante do Colégio Marista produzia playlists para amigos. A paixão pela música eletrônica o fazia passar horas pesquisando sobre novas faixas e clássicos do gênero. Aos poucos, era convidado para tocar nas festas de amigos do colégio.

Seu talento chamou atenção de Ronaldo Cunha, produtor brasiliense que tinha parceria com uma agência musical de São Paulo. Anndrey, então, dedicou-se integralmente a carreira e conseguiu até uma data no lugar dos sonhos: Ibiza.

O principal DJ do país, Alok, é uma inspiração para Anndrey. “Ele é a maior referência da música eletrônica mundial, mudou a visão dos brasileiros sobre a profissão de DJ. Agora, nossa classe é mais respeitada”, explica.