Lollapalooza Brasil 2020 é adiado por pandemia de coronavírus

Avanço do Covid-19 fez produção mudar as datas do evento para os dias 4, 5 e 6 de dezembro

Depois de muita especulação nas redes sociais, a edição brasileira do festival de música Lollapalooza foi adiada e será realizada entre os dias 4 e 6 de dezembro. A mudança ocorre por conta do avanço do coronavírus no país. Os três headliners – Guns N ’Roses, The Strokes e Travis Scott – estão confirmados e a organização promete divulgar um novo lineup em breve.

Com mais de 60 casos confirmados em território nacional, a doença causada pelo novo coronavírus fez a organização alterar a data de realização, anteriormente programada para os dias 3 a 5 de abril.


Entre as atrações principais, estavam as bandas Guns n’Roses e The Strokes, as cantoras pop Gwen Stefani e Lana Del Rey e o rapper Travis Scott. Os headliners estão confirmados e um novo lineup será divulgado em breve.

No ano passado, o evento levou mais de 246 mil pessoas ao Autódromo de Interlagos, em São Paulo, mesmo local onde aconteceria a edição deste ano. A ideia é evitar aglomerações, medida tomada em outros eventos culturais, como o Coachella, que será realizado em outubro e também aconteceria no próximo mês.

Lollapalooza Argentina

A medida não foi tomada exclusivamente no Brasil. A versão argentina anunciou que está “reprogramando” o festival para o segundo semestre diante desse acontecimento sem precedentes.

Em nota, a produção garantiu que estava se preocupando, no momento, com a saúde do público. “Em breve, compartilharemos mais informações”, informaram.

O Chile também decidiu adiar sua edição 2020 do festival Lollapalooza, que seria realizado dias 25, 27 e 29 de março, em Santiago. Organização informa que está procurando nova data para a realização do festival, no segundo semestre.