Padre Marcelo Rossi diz em livro que tomou anabolizantes para ficar bonito

A revelação está no livro Batismo de Fogo, que chega às livrarias pela Editora Planeta

atualizado 24/08/2020 11:28

Divulgação

Um dos maiores fenômenos editoriais do Brasil, com 16 milhões de cópias vendidas, o Padre Marcelo Rossi retorna com o livro Batismo de Fogo, que sairá pela Editora Planeta.

Na obra, o autor aborda as lembranças e reflexões do atentado que sofreu em julho de 2019, quando foi empurrado enquanto celebrava uma missa para mais de 100 mil jovens.

O episódio poderia ter trazido graves consequências para o padre, que tem um problema sério na coluna. “Maria me salvou”, ele lembra com emoção, assim como já havia salvado muitos anos atrás, quando sofreu um acidente de carro que o fez encarar a morte de frente, dias depois de ter sido ordenado padre.

0

Apoiado em memórias de episódios trágicos, o autor relata em Batismo de fogo os momentos que viveu e reflete sobre a vida, sempre passando uma mensagem inspiradora de transformação e superação.

Padre Marcelo Rossi Batismo de Fogo

No livro, ele compartilha também lembranças de tempos de garoto, quando sonhava em ser professor de educação física, aos namoros da adolescência quando, inseguro, chegou a tomar anabolizante para ficar mais forte e bonito.

Ele conta ainda detalhes de sua luta contra a depressão e faz um apelo para que todos estejam atentos aos perigos dessa doença. O livro trata de temas difíceis como o suicídio, a inveja, e o consumismo, mas também de propósito, fé e a lição que ele considera fundamental: “Ser o melhor que você pode ser para servir aos outros”.

Últimas notícias