Categorias: Literatura

Em petição, mais de 30 mil assinam prêmio Camões de Chico Buarque

Em menos de duas semanas, quase 30 mil pessoas se juntaram a uma campanha em reconhecimento ao músico, dramaturgo e escritor carioca Chico Buarque, vencedor do Prêmio Camões – a honraria literária mais importante da língua portuguesa. A petição foi criada no dia 10 de outubro, na plataforma Change.org, depois que o presidente Jair Bolsonaro deixou em dúvida se ratificará o diploma da premição.

O Prêmio Camões, que anualmente homenageia escritores cuja obra contribua para a projeção e o reconhecimento da língua portuguesa, será recebido por Chico em abril do ano que vem, em Portugal. O artista foi eleito por um júri unânime, em decorrência de sua produção literária. Chico será o 13º brasileiro a ganhar a honraria, recebendo 100 mil euros como premiação.

A campanha foi lançada por Mauro Nadvorny, perito em veracidade, depois de postar em suas redes sociais uma mensagem dizendo “Eu assino o Diploma Camões do Chico”.  A partir da postagem, surgiu a ideia de criar o abaixo-assinado.

“Nós, brasileiros, de todas as cores, de todos os gêneros, de todas as idades, de todas as religiões, de religião alguma, de todos os recantos do país e de fora dele, assinamos o teu Prêmio Camões em nome do Brasil”, diz trecho da petição hospedada na plataforma on-line.

O presidente Jair Bolsonaro ainda não confirmou se irá assinar o certificado. Questionado por jornalistas, respondeu que a decisão “é segredo” e que assinará o diploma no dia 31 de dezembro de 2026. A menção à data tem sido interpretada como o último dia de um possível segundo mandato presidencial, caso ele seja reeleito. No último dia 9, como resposta à declaração, Chico Buarque postou em uma rede social: “A não assinatura do Bolsonaro no diploma é para mim um segundo prêmio Camões”.

Rafaela Benez

Nascida e criada em Brasília, amante de tecnologia e estudo de idiomas. É bailarina nas horas vagas e estudante de jornalismo na Universidade Paulista (Unip).

Últimas notícias

Mãe ao enterrar filhos mortos em acidente: “Mamãe vai ficar bem”

Guilherme e Juan eram apaixonados pelo Vasco. Ana Paula, mãe dos dois irmãos, pôs ingressos do jogo de domingo dentro…

5 minutos passados

Moro reage a Maia sobre Paraisópolis: “Confundindo as coisas”

Ministro da Justiça disse que na ação dos PMs no baile funk não há "legítima defesa a justificar o excludente…

11 minutos passados

Concentração de renda no Brasil é a 2ª maior do mundo, diz ONU

Parcela dos 1% mais ricos fica com 28,3% da renda, de acordo com o Relatório de Desenvolvimento Humano da Organização…

44 minutos passados

“Lutaremos como loucos”, avisa Klopp sobre chance de eliminação

Atual campeão europeu, o time inglês, que soma dez pontos na liderança no Grupo E, precisa de um empate para…

46 minutos passados

Com virada relâmpago, Arsenal bate West Ham e encerra jejum

A equipe londrina não ficava tanto tempo (nove jogos) sem uma vitória desde março de 1977

54 minutos passados

Marco do Saneamento será votado na terça-feira, diz Maia

A proposta permite a entrada da iniciativa privada no sistema de saneamento que, atualmente, é operado por estatais

54 minutos passados