Referência Galeria de Arte reabre em nova sede com duas exposições

O novo espaço, localizado na 202 Norte, possui o dobro do tamanho e conta com duas salas para mostras de arte

Brasília ganha, nesta quinta-feira (22/6), um novo centro cultural na Asa Norte. A Referência Galeria de Arte, que deixou de funcionar na 205 Norte há um mês, reabrirá em nova sede na 202 Norte. Para inaugurar o espaço, que possui o dobro do tamanho do local anterior, serão abertas duas exposições com sete artistas – boa parte atuante na capital.

Na 205 Norte, a Referência dividia o espaço expositivo e o acervo técnico em duas salas que somavam 80 metros quadrados. Já a nova loja da 202 Norte possui cerca de 180 metros quadrados distribuídos em dois andares que possui capacidade para dois espaços expositivos, acervo técnico, escritório de arte amplo, copa e dois banheiros.

“Havia uma demanda por parte dos visitantes e dos clientes da galeria por um espaço maior não só para conhecerem o acervo como também terem acesso a mais obras em nossas exposições”, explica Onice Moraes, sócia da Referência.

1/9
Onice Moraes, sócia da Referência Galeria de Arte
A curadora Cinara Barbosa e o artista Christus Nóbrega fazendo os últimos arranjos da mostra "Labirinto" na sala principal
Mostra "Labirinto" na sala principal
Mostra "Novas Referências" na sala acervo
Mostra "Novas Referências" na sala acervo
Mostra "Novas Referências" na sala acervo
Mostra "Novas Referências" na sala acervo
Onice Moraes, sócia da Referência Galeria de Arte, na sala acervo
Fachada da nova galeria ainda em manutenção

A escolha das quadras comerciais também influenciou a decisão de Onice. “Embora estivesse surgindo novas atrações na 205 Norte, ainda não havia muita movimentação na quadra. Na 202 Norte há mais pessoas caminhando, além de ter restaurantes e eventos com certa frequência”, afirma. A quadra da nova sede abriga a Praça das Artes, que recebe festas e feiras de produtos personalizados.

Exposições
A exposição “Labirinto”, de Christus Nóbrega, ocorrerá na sala principal, localizada na entrada da galeria. Na mostra, que possui curadoria de Cinara Barbosa, são apresentadas 15 fotografias retiradas do álbum de família do artista e costuradas com renda labirinto, produção artesanal típica de Chã dos Pereiras, cidade da Paraíba em que vivia a avó de Christus.

“Ele cruza questões de ordem histórica, geográfica, simbólica, estética, a tradição têxtil, neste caso do labirinto paraibano, e trabalha narrativas dessas imagens a partir do álbum de família dele”, diz a curadora. Com dez anos de carreira artística, Christus foi indicado ao Prêmio Pipa de 2017 e também atua como professor de artes na Universidade de Brasília (UnB).

1/7
"A cuidadora de cães", de Christus Nóbrega
Obra exposta na mostra "Novas Referências"
"A freira", de Christus Nóbrega
"Indigo", de Pedro Gandra
"A menina ao vento", de Christus Nóbrega
Obra de Pitágoras
"A menina e a moça de saia rodada", de Christus Nóbrega

Já a sala acervo, localizada no piso inferior, receberá a exposição “Novas Referências” em que apresenta obras de novos artistas representados pela galeria. Estão presentes, nessa mostra, Diego de Santos, Evandro Soares, Henrique Detomi, Patricia Bagniewski, Pitágoras Lopes e Pedro Gandra.

“Labirinto” e “Novas Referências”
Abertura na quinta (5/6) às 17h. Em cartaz até 5 de agosto na Referência Galeria de Arte (202 Norte, bloco B, loja 11, subsolo). Visitação de segunda a sexta, das 12h às 19h, e sábado, das 12h às 17h. Entrada gratuita. Classificação indicativa: livre.