Empresário reclama após proibição de show de MC Loma em boate gay

Ricardo Lucas é um dos donos da Victoria Haus e reclamou pelo fato de a justiça ter considerado a casa noturna "inadequada" para a artista

atualizado 24/11/2019 23:31

Reprodução / Facebook

Um dos sócios da boate Victoria Haus, de Brasília, o empresário Ricardo Lucas recorreu às redes sociais para fazer desabafo após a Justiça ter barrado a apresentação da MC Loma e as Gêmeas Lacração, prevista para a noite desse sábado (23/11/2019) em comemoração aos oito anos da casa noturna LGBT. Por decisão judicial, o trio foi impedido de fazer show sob justificativa de que o local seria “inadequado” para a artista, que é menor de idade.

“Apesar de ela se apresentar em outros tantos eventos e casas, a nossa boate não foi bem vista em seu julgamento. Se nestes últimos anos fomos ‘inadequados’ em proporcionar diversão e entretenimento para nossos clientes, palco e oportunidades para inúmeras artistas, emprego e renda para centenas de pessoas, um ambiente seguro, que combate preconceitos, que integra a comunidade LGBT do DF e dos visitantes de diversas partes do Brasil… bom então temos muito orgulho de sermos ‘inadequados’ há 8 anos”, escreveu.

Ainda segundo Lucas, embora o imprevisto tenha ocorrido em cima da hora, a programação da noite foi rapidamente adaptada. “Nossa noite foi linda, toda a programação seguiu com casa lotada e animadíssima nas duas pistas e com tudo o que planejamos”, pontuou.

Veja a publicação:

Últimas notícias