Michaela Coel confirma que Aneka é queer na sequência de Pantera Negra

O longa-metragem dá sequência aos acontecimentos de Pantera Negra, lançado em 2018, e estreia nos cinemas em 10 de novembro

A atriz Michaela Coel (foto em destaque), que viverá Aneka em Pantera Negra: Wakanda para Sempre, confirmou que sua personagem no longa é queer. O longa-metragem dá sequência aos acontecimentos de Pantera Negra, lançado em 2018, e estreia nos cinemas em 10 de novembro.

“O papel me ganhou por isso, o fato de que minha personagem é queer”, disse ela em entrevista à Vogue.

1/5
Pantera Negra: Wakanda Para Sempre estreia em 10 de novembro
Pantera Negra: Wakanda Forever tem data estreia marcada para 10 de novembro
Shuri em Pantera Negra: Wakanda Forever
Pôster de Pantera Negra: Wakanda Forever

Nos quadrinhos, Aneka é uma capitã e instrutora de combate na Dora Milaje, o destemido exército só de mulheres que protege Wakanda. Ela se apaixona por sua colega Ayo.

“Pensei: ‘Gosto disso, quero mostrar isso para Gana'”, pontuou Michaela, que é inglesa e filha de imigrantes de Gana. Vale lembrar que o país é um dos com legislação mais rígida quanto a relacionamentos entre pessoas do mesmo sexo.

“As pessoas dizem: ‘Ah, tudo bem, é só política’. Mas não acho que seja apenas política quando afeta a forma como as pessoas vivem suas vidas diárias”, afirmou a atriz. “É por isso que me pareceu importante intervir e desempenhar esse papel, porque sei que apenas por ser ganense, os ganenses virão [ao cinema]”, comentou.