Martin Scorsese afirma que filmes do Universo Marvel “não são cinema”

“Não os assisto. Eu tentei, sabe? Mas aquilo não é cinema”, reclamou, em entrevista sobre seu novo longa, O Irlandês

Ao divulgar seu filme O Irlandês, que será lançado na Netflix, Martin Scorsese ousou insultar um dos maiores estúdios de cinema: a Marvel. Em entrevista à Empire Magazine, o diretor afirmou que os longas do MCU (Universo Cinematográfico Marvel) não são “cinema”.

“Não os assisto. Eu tentei, sabe? Mas aquilo não é cinema”, reclamou o cineasta. “Honestamente, o que eles mais parecem ser, mais bem-feitos que sejam, com atores que estão dando o melhor de si nas circunstâncias, são parques de diversão. Não é o cinema de seres humanos tentando transmitir experiências psicológicas e emocionais para outro ser humano”.

1/6
O aclamado diretor Martin Scorsese diz que os filmes da MCU "não são cinema"
Kevin Feige, presidente da Marvel
Downey Jr. ganhou muita popularidade (e dinheiro) ao viver o Homem de Ferro no MCU
Viúva Negra. Um dos filmes mais aguardados da próxima fase do MCU deve explorar a trajetória de Natasha Romanoff (Scarlett Johansson). A australiana Cate Shortland, de Lore (2012), deve comandar o projeto. As gravações começam a partir de junho
Doutor Estranho
Foram quase nove anos no papel de Steve Rogers e um sucesso estrondoso com os filmes da Marvel

Essa não é uma crítica inédita em relação aos filmes de super-heróis. Em junho de 2018, o presidente da Marvel, Kevin Feige, comentou que prefere ter a adoração dos fãs do que ganhar consagração do Oscar ou de outras grandes premiações.

“Talvez seja fácil deixar de lado os efeitos especiais, pessoas voadoras, naves espaciais ou bilheterias bilionárias. Acho que é fácil dizer que [o estúdio] foi premiado de um certo modo”, afirmou Feige durante a conferência Produced By. “[Alfred] Hitchcock nunca ganhou melhor diretor, então é muito legal [ganhar], mas não é a coisa mais importante do mundo. Eu prefiro muito mais estar numa sala cheia de fãs engajados”.